Pular para o conteúdo principal
Depois das enchentes, a sede

Depois de castigar Honduras com uma quantidade de chuva nunca vista antes, o furacão Mitch privou o país de água potável. A tormenta destruiu trechos vitais do sistema de abastecimento de água de Tegucigalpa, deixando praticamente a totalidade dos moradores da cidade sem água apropriada para uso doméstico.

A SANAA, companhia nacional de água e esgotos, desdobrou-se para fazer os consertos necessários, mas viu os seus esforços anulados pelo fato de que a maior parte de suas tubulações, bombas e outros suprimentos estava armazenada em um depósito sepultado sob diversos metros de lama. Foram recrutados estudantes universitários para ajudar a desenterrar e limpar as peças avaliadas em US$5 milhões.

Enquanto os consertos estavam em andamento, a SANAA montou um fluxo contínuo de caminhões-tanques para entregar água em vários pontos da cidade. Em outros locais, improvisou um serviço para os bairros com tubos de plástico equipados com torneiras. Enquanto isso, as equipes trabalhavam para consertar os danos nas tubulações de água. O financiamento que o BID tinha proporcionado por meio de um empréstimo anterior para ajudar na ampliação do serviço de água da cidade servirá agora para pagar a sua recuperação.
 

Jump back to top