Pular para o conteúdo principal
BID apóia debates hemisféricos

O BID, juntamente com a Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina (CEPAL), está desempenhando um papel central no trabalho preparatório que levará às negociações da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) durante a cúpula presidencial de Santiago, Chile, em abril próximo.

O BID forneceu assistência técnica a vários grupos de trabalho criados nas conferências ministeriais realizadas em Denver, Colorado, e Cartagena, Colômbia, em 1995 e 1996, respectivamente. As conferências reuniram ministros do comércio de 34 nações da região.

A Área de Livre Comércio das Américas, proposta pela primeira vez durante a Cúpula das Américas de 1994 em Miami, geraria um acordo de comércio abrangente para toda a região. Englobaria questões tradicionais, como acesso a mercados, e temas novos, incluindo políticas de investimento, serviços, propriedade intelectual e competição.

Antoni Estevadeordal, coordenador da ALCA na divisão de Integração, Comércio e Assuntos Hemisféricos do BID, disse que a Comissão Tripartida, formada pelo BID, OEA e CEPAL, está completando um estudo de viabilidade sobre a criação de uma secretaria temporária que forneceria apoio logístico e administrativo para as reuniões de negociação que deverão se estender de 1998 até 2005.

O estudo de viabilidade, explica Estevadeordal, estudará também os critérios para escolha de um local onde possam se realizar as negociações após a reunião presidencial de Santiago. Segundo ele, o BID, a OEA e a CEPAL estão mantendo em conjunto a página da ALCA na Internet, onde podem ser consultados os documentos oficiais.

Jump back to top