Pular para o conteúdo principal
PPP Américas 2023 destaca importância de expandir o papel das parcerias público-privadas em setores e projetos sustentáveis de maior impacto social e econômico

A recomendação foi feita por líderes e especialistas durante o evento realizado no Panamá

O PPP Américas 2023, evento sobre parcerias público-privadas (PPP) organizado por BID e BID Invest, braço financeiro do Grupo, reuniu mais de 500 pessoas de 25 países ao longo de três dias de evento no Panamá. Líderes e especialistas dos setores público e privado discutiram como fortalecer e expandir o papel das PPPs em setores de alta prioridade, como água e saneamento, hospitais, escolas e energia renovável, com o objetivo de gerar maior impacto social e contribuir para a ação climática.

Durante a abertura, Jordan Schwartz, Vice-presidente Executivo do BID, ressaltou que “estamos diante de uma janela de oportunidade única para formar uma nova geração de parcerias com propósito entre os setores público e privado para fechar a lacuna quantitativa e qualitativa no desenvolvimento de infraestrutura e prestação de serviços que sejam um bom negócio para os governos, os empresários e a sociedade”.

O ministro de Economia e Finanças do Panamá, Héctor Alexander, e a embaixadora da União Europeia no Panamá, Izabela Matusz, também participaram da abertura do evento, destacando os múltiplos benefícios de aprofundar a colaboração entre os setores público e privado.

A América Latina e o Caribe demonstraram sua posição de liderança na atração de investimentos privados para o setor de infraestrutura, superando nas últimas três décadas os países do leste asiático em quase 25% de investimentos. Além disso, segundo o Infrascópio, cerca de 20 países contam com as condições regulatórias e institucionais para o desenvolvimento de PPPs. No entanto, ainda há um caminho a percorrer para fortalecer os processos de preparação e implementação de projetos.

Durante o evento, foi destacado que, para acabar como déficit de infraestrutura e cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para 2030, a região precisará de investimentos adicionais de cerca de 3,12% do PIB regional, o que representa aproximadamente US$ 210 bilhões por ano. A situação macroeconômica complexa dos países da região requer ainda uma maior eficiência do investimento público e atração, de forma sustentável, de recursos, inovação e conhecimento do setor privado.

Países como o Brasil (Estado de São Paulo), Chile, Panamá, Peru e República Dominicana apresentaram seus portfólios de projetos de PPP para os próximos anos a parceiros potenciais a fim de atrair investimentos privados para o desenvolvimento de seus planos de infraestrutura.

Representantes do BID, por sua vez, anunciaram que estarão impulsionando projetos de PPP nos países amazônicos. Essa iniciativa é parte do Amazônia Sempre, um programa guarda-chuva que o BID lançou recentemente para aumentar o impacto nessa região por meio de um enfoque holístico e territorial.

O PPP Américas 2023 teve a participação de altas autoridades de governos e reconhecidos empresários e especialistas, entre os quais se destacam: Allyson West, ministra do Planejamento e Desenvolvimento de Trinidad e Tobago; Dorothy McAuliffe, representante especial do Escritório Global de Parcerias dos Estados Unidos; Jonathan Bernal, presidente da Agência Nacional de Infraestrutura da Colômbia; Luciene Machado, diretora-geral adjunta do BNDES do Brasil; María Eugenia López, magistrada presidente da Suprema Corte de Justiça do Panamá; Marcus Cavalcanti, secretário do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência do Brasil; Rafael Benini, secretário de Parcerias em Investimentos do Estado de São Paulo, Brasil; Rafael Sabonge, ministro de Obras Públicas do Panamá; Salesh Asvat, secretário nacional de PPPs do Panamá; e Tania Estefany Ramírez, presidente da Comissão de Investimento do Congresso do Peru.

No âmbito do evento, o Banco, em colaboração com a Global Infrastructure Facility, anunciou a continuidade do apoio a Trinidad e Tobago na implementação de um projeto de PPP para Port of Spain. Essa iniciativa se materializou com a assinatura do contrato de consultoria para a estruturação do projeto, que começará os trabalhos imediatamente.

O BID e a organização brasileira Semeia lançaram a publicação PPPs em Parques na América Latina e no Caribe: conclusões e guia prático para parcerias, que consolida o conhecimento sobre estruturação de projetos em parques no Brasil para que outros governos e agentes públicos da região possam aplicá-lo.

BID Invest, Scotiabank e ENSA Grupo EPM assinaram um financiamento para aumentar o acesso à eletricidade em comunidades rurais no nordeste do Panamá.

O BID e o Governo do Panamá também apresentaram a “Gestão Transparente Panamá”, uma plataforma que faz parte da iniciativa regional MapaInversiones que procura promover a transparência e a prestação de contas dos recursos públicos.

Também foi realizada a reunião anual do grupo regional de trabalho do BID e da Associação Latino-Americana de Instituições Financeiras para o Desenvolvimento (ALIDE) com os bancos nacionais de desenvolvimento. Essa reunião teve como foco a estruturação e o financiamento de PPPs.

O PPP Américas foi um evento híbrido acompanhado por mais de 8.000 pessoas que se inscreveram na plataforma www.pppamericas.com para participar das diversas sessões on-line.

Sobre o Grupo BID

O Grupo BID é a principal fonte de financiamento para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe. O Grupo ajuda a melhorar vidas proporcionando soluções financeiras e conhecimento sobre o desenvolvimento para clientes do setor público e privado. O Grupo é composto pelo BID, que trabalha com governos há mais de 60 anos; o BID Invest, que colabora com o setor privado; e o BID Lab, que experimenta formas inovadoras de impulsionar um crescimento mais inclusivo. Acesse nosso tour virtual.

Contato de Imprensa

Funez,Angela

Funez,Angela

Molina Medina,Vanessa Carolina

Molina Medina,Vanessa Carolina
Você também pode estar interessado em

Fact Sheet: The ABC of Public-Private Partnerships (PPP)

Leia mais

Fact Sheet: PPP Americas 2023, Partnerships with Purpose

Leia mais

Leia mais
Jump back to top