Pular para o conteúdo principal
Panamá e BID assinam empréstimo de US$ 35 milhões destinado a programa no setor de saúde

FORTALEZA, Brasil – O ministro de Economia e Finanças do Panamá, Norberto Delgado Durán, e o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Enrique V. Iglesias, assinaram hoje contratos referentes a um empréstimo de US$ 35 milhões, destinado ao financiamento de um programa para melhorar a qualidade, a eficiência, a igualdade e a sustentabilidade do sistema de saúde panamenho.

Os documentos foram assinados em cerimônia que antecedeu a reunião anual das Assembléias de Governadores do BID e da Corporação Interamericana de Investimentos, que acontecerão nesta capital nordestina na próxima semana.

O programa, que será executado em duas fases, contempla o fornecimento de um pacote integral de serviços de saúde a 450 mil pessoas dos setores mais pobres do Panamá. Esses pacotes serão oferecidos por diferentes tipos de grupos da sociedade civil, inclusive organizações não governamentais, instituições religiosas e cooperativas.

A elaboração e implementação do pacote de serviços de saúde contarão com a participação dos próprios beneficiários, inclusive as comunidades indígenas. O programa contemplará, ainda, temas de saúde tais como a violência e a propagação do HIV/AIDS.

Outros componentes do programa apoiarão os esforços do Ministério da Saúde para aprimorar o nível de seus recursos humanos, seus processos administrativos e tecnológicos, bem como sua capacidade para elaborar e executar novas políticas e coordená-las com instituições como a Caixa de Previdência Social. O ministério descentralizará a gestão dos serviços, outorgando maior responsabilidade às regiões.

Durante 2001, o BID aprovou financiamentos destinados a apoiar reformas no setores de serviços de saúde do Chile, da Nicarágua e do Uruguai.

Jump back to top