Pular para o conteúdo principal
Ministério das Finanças, Associação Portuguesa de Bancos e BID organizam conferência sobre remessas para o Brasil

 

Uma conferência sobre as remessas de brasileiros que vivem em Portugal a seu país de origem terá lugar em Lisboa no dia 25 de maio, organizada com o patrocínio conjunto do Ministério das Finanças e da Administração Pública, da Associação Portuguesa de Bancos e do Fundo Multilateral de Investimentos (Fumin) do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Durante a conferência, que se realiza das 9:00h às 13:30h no Salão Nobre do Ministério das Finanças, especialistas apresentarão resultados e conclusões da pesquisa efetuada sobre os fundos enviados para o Brasil por emigrantes que residem em Portugal.

Esses montantes, conhecidos como “remessas”, tornaram-se uma fonte de rendimento essencial para dezenas de milhões de famílias da América Latina e do Caribe, que receberam dos seus expatriados cerca de US$53,6 bilhões, em 2005. O Brasil recebeu aproximadamente US$6,4 bilhões dos seus emigrantes nos Estados Unidos, Japão, Portugal e outros países europeus.

A conferência será aberta pelo secretário de Estado do Tesouro e Finanças, Carlos Costa Pina, e contará com as presenças de João Gomes Cravinho, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação; João Salgueiro, presidente da Associação Portuguesa de Bancos; e Fernando Jiménez-Ontiveros, subgerente do Fumin.

O Fumin é um fundo autônomo, administrado pelo BID, para a promoção do setor privado na América Latina e no Caribe, com ênfase nas micro e pequenas empresas.  Nos últimos cinco anos, tem sido pioneiro na pesquisa e no apoio a projetos envolvendo remessas de emigrantes.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento é a mais importante fonte de financiamento multilateral de projetos para o desenvolvimento econômico e social na América Latina e no Caribe.  Portugal é membro doador do BID e do Fumin.

Jump back to top