Pular para o conteúdo principal
Líderes latino-americanos e caribenhos comparecerão à Reunião Anual do BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) realizará sua reunião anual em Cancún, México, de 19 a 23 de março. Importantes autoridades dos governos dos 48 países membros do Banco, incluindo vários ministros das finanças e presidentes de bancos centrais, comparecerão à reunião oficial para discutir as operações futuras do Banco e os desafios de desenvolvimento com que se deparam a América Latina e o Caribe.

Zhou Xiaochuan, presidente do Banco Popular da China; Paulo Bernardo, Ministro do Planejamento e Orçamento do Brasil; Ernesto Cordero-Arroyo, Secretário da Fazenda e do Crédito Público do México; e ministros das finanças das maiores economias da região estarão entre os Governadores do BID presentes à reunião.

Bancos de investimento internacionais e regionais, grandes investidores institucionais e representantes de outras instituições de financiamento multilaterais e agências de desenvolvimento também confirmaram presença. O evento marca a 51ª reunião anual da Assembleia de Governadores do BID, em que são tomadas decisões fundamentais sobre as operações futuras do Banco.

Nos dias 19 e 20 de março, antes da reunião da Assembleia, uma série de seminários discutirá o futuro econômico da região depois da crise financeira mundial e os desafios de desenvolvimento atuais, como políticas para a mudança climática após Copenhague e financiamento para o setor privado.

Yvo de Boer, Secretário Executivo da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climática; Rajendra Kumar Pachauri, presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC); Michelle Bachelet, ex-presidente do Chile e Emilson Alonso, presidente do HSBC na América Latina, estão entre os palestrantes principais dos seminários.

Os membros da imprensa podeminscrever-se para o evento e acessar uma agenda preliminar da reunião no website da Reunião Anual. As inscrições on-line poderão ser feitas até 11 de março.

Jump back to top