Pular para o conteúdo principal

KfW, BNDES, BID e MDR lançam Chamada Mobilidade Urbana Sustentável

A Cooperação Alemã por meio do KfW Banco de Desenvolvimento (KfW), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) por meio da Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano (SMDRU) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com recursos do Global Environment Facility (GEF) lançaram hoje uma Chamada de Projetos de Mobilidade Urbana Sustentável

As instituições vão oferecer apoio técnico a estados e municípios interessados em desenvolver projetos que contribuam para a redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) e a inclusão social. Entre os critérios de avaliação das propostas estão a adequação da tecnologia à realidade local, a integração com os demais modos de transporte no município, a sustentabilidade financeira, o alinhamento aos planos locais, além de aspectos inovadores. 

As melhores propostas terão seus estudos de pré-viabilidade financiados com recursos não reembolsáveis do governo alemão por meio do KfW e do GEF, por meio do BID. A Chamada estará aberta até 31 de maio de 2021 para municípios acima de 500.000 habitantes, estados e suas capitais e o DF. 

Durante o evento de lançamento, que contou com a participação de mais de 150 representantes de 31 Municípios e 10 Estados, foram apresentados os detalhes da Chamada e do processo de submissão de projetos. 

O Diretor da Agência KfW Brasil, Martin Schröder, destacou “o papel fundamental de iniciativas de sustentabilidade no setor de transportes para a proteção ambiental e do clima” e explicou que a mobilidade urbana coletiva também é um vetor para a inclusão social e que “muitas pessoas só tem acesso a emprego, educação, serviços de saúde e cultura através dos sistemas de transporte público.”

O Superintendente da Área de Saneamento, Transporte e Logística do BNDES, Leonardo Pereira, permitiu-se confidenciar que, “para os funcionários do BNDES, o KfW representa um exemplo de banco de desenvolvimento”. Leonardo destacou a “importância da iniciativa para gerar um pipeline de projetos de mobilidade, especialmente considerando a agenda ASG do Banco” e “que a iniciativa deveria ser replicada para outros setores que, a exemplo da mobilidade, tenham o potencial transformacional”. 

O Secretário Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano do Ministério do Desenvolvimento Regional, Tiago Queiroz, reforçou que é uma grande satisfação compartilhar com todos a inciativa desta cooperação para estruturação de projetos para mobilidade urbana no Brasil. “O estímulo a novos e bons projetos é crucial para promover a sustentabilidade ambiental, e o desenvolvimento social e tecnológico", disse. 

Já o representante do BID no Brasil, Morgan Doyle, reforçou que “para além dos benefícios econômicos, sociais e sanitários, aperfeiçoar a prestação de serviços de transportes no Brasil por meio da sustentabilidade trará benefícios ambientais e climáticos que são urgentes para a recuperação pós-pandemia”.

No Brasil, os automóveis são responsáveis por 65% do volume total de gases de efeito estufa (GEE) emitido pelo transporte urbano de passageiros. O dado demonstra a urgência de uma mudança do uso de meios de transporte individuais para modos coletivos. Além de contribuir para o combate global aos impactos da mudança climática, a melhoria dos sistemas de transporte público também traz benefícios para a saúde e bem-estar da população, a partir da redução de emissões de poluentes locais, que hoje surgem em concentrações acima dos níveis recomendados, nos grandes centros urbanos. 

O acesso a um sistema de transporte seguro, eficiente e viável, também é primordial para a redução da desigualdade, pois possibilita o acesso ao emprego e à educação. Para mais informações sobre a chamada, com detalhes e formulário de candidatura, clique aqui

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Fundado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e do Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisa de vanguarda e oferece assessoria em políticas, assistência técnica e capacitação aos clientes públicos e privados em toda a região. www.iabd.org

Contato de Imprensa

Borges De Padua Goulart Janaina

Borges De Padua Goulart Janaina
Contactos de Prensa Externos

Bruno Aragaki

Bruno Aragaki
Additional Contacts

Ribeiro,Karisa Maia

Ribeiro,Karisa Maia
Jump back to top