Pular para o conteúdo principal
Habitat for Humanity e fundo do BID apoiam reconstrução de moradias no Haiti

Um projeto apoiado pela ONG norte-americana Habitat for Humanity International (HFHI) e pelo Fundo Multilateral de Investimentos (Fumin) do Banco Interamericano de Desenvolvimento ajudará 500 famílias atingidas pelo terremoto a reconstruir ou consertar suas casas na cidade haitiana de Cabaret.

Em Cabaret, 30 quilômetros ao norte de Porto Príncipe, cerca de três mil famílias perderam suas casas devido ao terremoto de 12 de janeiro. Cerca de outras nove mil famílias precisam consertar suas casas danificadas.

O projeto, de US$ 5,2 milhões, utilizará a metodologia “aprender fazendo” da HFHI para capacitar os participantes em técnicas de construção, fabricação de materiais de construção, estabelecimento de microempresas, gestão de riscos e proteção ao meio ambiente.

Terão prioridade 1) famílias pobres que tenham mulheres como chefe da casa, 2) aquelas que perderam seu meio de subsistência devido ao terremoto ou 3) que tenham sido desalojadas de Porto Príncipe e desejem fixar residência em Cabaret.

Por meio deste e de outros projetos no Haiti, a equipe de especialistas locais e estrangeiros da HFHI espera não só proporcionar soluções de moradia, mas também ajudar na reconstrução do tecido social e econômico de comunidades atingidas pelo terremoto.

O Fumin, que oferecerá uma doação de US$ 3 milhões para o projeto com a HFHI, está apoiando também outra iniciativa de moradias no Haiti liderada pela ONG latino-americana Un Techo Para Mi País, que está construindo abrigos temporários nas cidades meridionais de Grand Goave e Leogane.

Fundo autônomo administrado pelo BID, o Fumin promove o desenvolvimento do setor privado na América Latina e Caribe, com ênfase em micro e pequenas empresas.

A Habitat for Humanity International é uma missão cristã ecumênica que seleciona voluntários para ajudar famílias pobres a construir residências decentes, seguras e acessíveis. Desde sua fundação em 1976, a HFHI construiu, reparou ou melhorou mais de 300.000 casas em 3.000 comunidades por todo o mundo. A ONG sediada em Atlanta, na Geórgia, estabeleceu para si própria a meta de auxiliar 50.000 famílias afetadas pelo terremoto no Haiti.

Jump back to top