Pular para o conteúdo principal
Estado do Espírito Santo lança programa para reduzir violência juvenil

O Estado do Espírito Santo terá um programa especial de segurança cidadã voltado a reduzir os elevados índices de crimes violentos, em especial homicídios e roubos, ampliando o esforço que vem sendo feito pelo governo estadual.

De 2011 a 2013, a taxa de homicídios teve uma redução de 10 por cento, chegando a 43,3 por cem mil habitantes. No entanto, o Estado vem registrando historicamente taxas de homicídios próximas do dobro da média nacional. O programa de US$ 70 milhões contará com o financiamento de um empréstimo de US$ 56 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O programa pretende abordar de maneira integral os fatores que contribuem para a existência dos elevados índices de crimes violentos no Estado, com ações que buscam aumentar a efetividade da polícia, apoiar a inclusão social e produtiva dos jovens em condição de vulnerabilidade à violência e reduzir os índices de reincidência.

As intervenções centram-se em oito dos 78 municípios do Estado (Cariacica, Guarapari, Serra, Viana, Vila Velha, Vitória, Linhares e São Mateus), onde, nos últimos três anos, concentrou-se 72 por cento do total dos homicídios, que têm os jovens como suas principais vítimas e perpetradores e afetam, em especial, os afrodescendentes.

O programa busca adotar um novo paradigma na gestão da segurança cidadã, passando de uma cultura rígida de comando e controle para uma cultura moderna de gestão voltada a resultados e com ampla participação dos cidadãos, o que inclui um modelo de polícia comunitária. A meta é capacitar cerca de 2.700 policiais em cinco anos.

Também serão implantados 15 Centros de Cidadania que prestarão serviços de prevenção da violência juvenil. A meta é atender mais de 52.000 jovens com serviços de esportes, cultura, reforço educacional e desenvolvimento de habilidades para a solução pacífica de conflitos, e apoiar a inserção no mercado de trabalho de 24.000 jovens beneficiários.

O custo-benefício previsto indica um retorno de US$ 3,14 para cada US$ 1,00 investido, em termos da economia gerada pela redução da delinquência e da violência.O empréstimo do BID tem um período de amortização de 24 anos e taxa de juros baseada na LIBOR.

Jump back to top