Pular para o conteúdo principal
Em Dia com os Projetos: Última palavra em estação de tratamento

Uma das mais modernas estações de tratamento de esgotos da América Latina foi inaugurada em abril na cidade brasileira de Fortaleza, como peça central de um programa abrangente para melhorar o saneamento local e as condições de vida.

A estação faz parte de um projeto de US$265,6 milhões para a construção de esgotos sanitários e obras de drenagem de águas pluviais na capital do estado nordestino do Ceará, cidade de 2,3 milhões de habitantes. O projeto também visa aumentar a eficiência do uso da água por meio da instalação de medidores. O financiamento inclui dois empréstimos do BID no total de US$199,2 milhões.

Estiveram presentes à inauguração o Presidente do BID Enrique V. Iglesias, e o Governador do Ceará Tasso Jereissati.

A estação é considerada uma das mais modernas da América Latina devido ao seu nível de automação. A partir de uma central de controles, os operadores podem monitorar o funcionamento de todas as bombas, na estação e na cidade.

As condições sanitárias de Fortaleza são muito precárias, principalmente para os moradores das mais de 300 favelas que pontilham a cidade, que é a sétima maior do Brasil. O número de favelados chega a 541 mil pessoas. As doenças provocadas pela combinação de esgotos a céu aberto e água não tratada têm sido responsáveis por graves problemas de saúde pública. As obras de saneamento do projeto incluem a construção de sistemas de esgoto, sangradouros, estações de bombeamento e conexões domésticas.
 

Jump back to top