Pular para o conteúdo principal
A Corporacão Interamericana de Investimentos receberá financiamiento no valor de 35 bilhões de pesos colombianos do Bancóldex

Medellín, Colômbia – Em 26 de março de 2009, a Corporação Interamericana de Investimentos (CII) e o Banco de Comercio Exterior de Colombia S.A. (Bancóldex) assinaram um memorando de entendimento relativo a uma linha de crédito de 35 bilhões de pesos colombianos, que permitirá à CII conceder empréstimos de médio e longo prazo em moeda local a um maior número de pequenas e médias empresas (PMEs) colombianas.

Com o financiamento do Bancóldex, a CII poderá criar uma carteira de empréstimos denominados em pesos colombianos que, se necessário, poderá ser financiada mediante a captação direta de recursos no mercado de capitais.

A cerimônia de assinatura teve lugar durante a 50ª Reunião Anual da Assembléia de Governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento e a 24ª Reunião Anual da Assembléia de Governadores da Corporação Interamericana de Investimentos. Gustavo Ardila Latiff, Presidente, assinou pelo Bancóldex e, pela CII, assinou seu Gerente Geral, Jacques Rogozinski.

Ao assinar o memorando, a CII e o Bancóldex ratificam o seu compromisso de oferecer uma alternativa substancial em moeda local às empresas colombianas, nesta conjuntura difícil para os mercados de capitais internacionais.

De acordo com Ardila Latiff, "O Bancóldex gostaria de agradecer à CII por acreditar na Colômbia, e, sobretudo, em nós. Unindo forças com o fim de canalizar fundos para empréstimos, as duas instituições vão dar amplo apoio ao fortalecimento das micro, pequenas e médias empresas. Ao oferecer outros serviços orientados para o desenvolvimento, o Bancóldex reforçará o seu papel na promoção do crescimento, tanto da Colômbia, como de sua base produtiva: as micro, pequenas e médias empresas”.

"Receber o apoio do Bancóldex, sob a forma de financiamento em moeda local, é gratificante, porque significa que a relação iniciada em 2005 com um empréstimo denominado em dólares, concedido ao Bancóldex pela CII, não apenas cresceu, mas também se aprofundou. As nossas duas instituições têm objetivos comuns, como o apoio às PMEs. É por isso que nosso trabalho em conjunto tem um impacto maior para as pequenas e médias empresas da Colômbia", afirmou Jacques Rogozinski.

O Bancóldex é um dos maiores bancos da Colômbia em termos de patrimônio. É uma sociedade de economia mista na qual o governo colombiano detém uma participação majoritária, por intermédio do Ministério da Fazenda e do Ministério do Comércio, Indústria e Turismo. Quando os ativos e passivos do IFI (Instituto de Fomento Industrial) colombiano foram transferidos para o Bancóldex, em 2003, o banco ampliou sua gama de serviços. Em adição ao seu papel como banco de financiamento às exportações e importações, focalizou as micro, pequenas e médias empresas que atendem o mercado interno. As PMEs são responsáveis por 43% da carteira de crédito do Bancóldex, em sua maior parte de médio e longo prazo. O Bancóldex pretende aumentar o percentual de sua carteira dedicado às PMEs e de microcrédito para microempresas.

A Corporação Interamericana de Investimentos é uma instituição financeira multilateral, membro do Grupo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Proporciona financiamento (sob a forma de investimentos acionários, empréstimos, garantias e outros instrumentos) e serviços de assessoramento a empresas privadas da América Latina e do Caribe. Em 2008, a CII aprovou 64 operações, canalizando US$ 300,5 milhões para as PMEs na região. A missão da CII é promover o desenvolvimento econômico de seus países membros regionais, mediante o estímulo ao estabelecimento, expansão e modernização de empresas privadas, dando prioridade às de pequeno e médio porte. Para mais informações sobre as atividades da CII, visite www.iic.int.

Jump back to top