Pular para o conteúdo principal
BID Lab e Cubo Itaú lançam nova edição do “BID ao Cubo”

Programa de formação e imersão no mercado brasileiro é voltado para startups da América Latina e Caribe

O BID Lab, laboratório de inovação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e o Cubo Itaú, principal centro tecnológico do Brasil, anunciam a segunda edição do "BID ao Cubo", uma iniciativa que busca integrar o ecossistema de startups da América Latina e Caribe (ALC) através de um programa de imersão no mercado brasileiro.

Como ocorreu na primeira edição, no ano passado, 20 projetos da região serão selecionados para um programa de formação com 14 semanas de duração. A principal novidade é que, nesta edição, os participantes farão parte do programa de maneira presencial em São Paulo, durante o mês de outubro.

O "BID ao Cubo" nasce da convicção de que uma maior integração permite um ecossistema regional mais potente, além de ampliar, geográfica e tematicamente, o programa de mesmo nome desenhado para Brasil. As startups selecionadas terão acesso a uma ampla gama de patrocinadores, sócios, clientes potenciais e investidores, assim como a sessões de formação estratégica que proporcionarão aos empreendedores latinoamericanos oportunidades concretas para internacionalizar seus negócios.

A primeira fase do programa vai oferecer oficinas e mentorias sobre o mercado brasileiro de inovação, como a regulação, as oportunidades no setor público, a comercialização, a governança, o planejamento de recursos e a cultura local. Este período também será dedicado à preparação da fase presencial da formação.

Poderão acessar o "BID ao Cubo" startups B2B da América Latina e Caribe que se encontrem em fase de tração ou escala, e terão preferência os projetos que busquem um impacto social positivo através de soluções tecnológicas. Startups centradas no uso ético da inteligência artificial e no uso de dados para melhorar a vida das populações pobres e vulneráveis são incentivadas a apresentar sua candidatura.

Tendo em conta que a diversidade é um fator-chave para o "BID ao Cubo", terão preferência no processo de seleção startups fundadas ou lideradas por mulheres, afrodescendentes, indígenas, LGBTQIA+ e/ou pessoas com deficiência. Na edição 2021, 75% das startups selecionadas cumpriram os critérios de diversidade.

“O programa “BID ao Cubo” me deu a possibilidade de entrar no Brasil. Sinceramente, eu não sabia que o mercado era tão bom", afirmou Elijah James, fundador da startup "The Local App", de Antigua y Barbuda, participante da edição anterior.

Para Morgan Doyle, representante do BID no Brasil, o impulso a micro, pequenas e médias empresas que o projeto busca é um dos pontos-chave da Visão 2025 do Grupo BID. “A internacionalização das startups da região através do pujante mercado brasileiro é uma das grandes vantagens do programa. O Brasil oferece uma importante oportunidade para que estes projetos validem suas aplicações em grande escala”, destacou.

“A formação e as conexões que o “BID ao Cubo” proporciona resultam no desenvolvimento do ecossistema empreendedor e no estabelecimento de negócios na região, aspectos que estão no DNA do BID Lab”, disse Irene Arias, CEO do laboratório de inovação do Grupo BID. “Esta iniciativa permite, além disso, entrar em contato com o ecossistema de inovação brasileiro, o maior da região, criando valiosas sinergias para todos os participantes”, concluiu.

Renata Zanuto, codiretora de Cubo Itaú, afirmou que “a riqueza cultural da América Latina permite uma integração rica e, sobretudo, diversa dos ecossistemas. A diversidade é uma pedra angular neste programa, que proporciona um intercâmbio de experiências e, em consequência, a geração de valor para todos os participantes”.

As startups interessadas devem apresentar suas candidaturas de 13 de junho a 17 de julho pelo link https://bidaocubo.cubo.network/latam-caribe. Os resultados serão anunciados no día 14 de agosto e o programa será realizado de 21 de agosto a 20 de novembro de 2022.

Sobre o BID Lab

O BID Lab é o laboratório de inovação do Grupo BID. O objetivo do BID Lab é impulsionar a inovação para a inclusão na região, mobilizando financiamento, conhecimento e conexões para cocriar soluções capazes de transformar a vida das populações tornadas vulneráveis pelas condições econômicas, sociais ou ambientais. Desde 1993, o BID Lab aprovou mais de US$ 2 bilhões em projetos implantados em 26 países da América Latina e do Caribe.

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), principal fonte de financiamento para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe, trabalha para melhorar vidas através de apoio financeiro e técnico aos países para reduzir a pobreza e a desigualdade, ajudar a melhorar a saúde e a educação e o avanço da infraestrutura.

Sobre o Cubo Itaú

O Cubo Itaú, um dos mais relevantes centros de empreendimento tecnológico da América Latina, foi fundado pelo Itaú Unibanco em parceria com a Redpoint eVentures. Desde 2015, conecta em um só lugar empreendedores, grandes corporações, investidores e universidades para discutir a tecnologia, a inovação, os novos modelos de negócio, as diferentes formas de trabalhar e desafiar o status quo, colaborando para construir um mundo melhor.

Contato de Imprensa

Manzano Guillen, Maria De Gador

Manzano Guillen, Maria De Gador
Contactos de Prensa Externos

Bruno Aragaki

Bruno Aragaki
Jump back to top