Pular para o conteúdo principal
BID e TCU apoiam a contratação de inovação em órgãos públicos

Edital tem inscrições abertas até o dia 24 de agosto.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Tribunal de Contas da União (TCU) lançam o primeiro chamamento público para projetos de órgãos ou entidades da administração pública que demandem a contratação de soluções inovadoras. O objetivo é selecionar um projeto que envolva recursos públicos federais para ser acompanhado pelo Laboratório de Inovação e Coparticipação do TCU (coLAB-i) e pelo BID.

O trabalho envolve desde a aplicação de ferramentas de Design Thinking e métodos ágeis na validação do desafio público, do escopo do projeto e da definição do instrumento de contratação, até a criação de fóruns virtuais para a análise conjunta do projeto e do instrumento de contratação. O período de inscrições fica aberto até o dia 24 de agosto, basta preencher este formulário eletrônico.  

Os detalhes da chamada foram apresentandos durante o webinar “Inovação na Contratação Pública: como conseguir apoio do TCU e do BID?”.   

A especialista líder em Ciência, Tecnologia e Inovação do BID, Vanderleia Radaelli considera fundamental vencer os obstáculos da contratação de soluções inovadoras na esfera pública como forma de impulsionar o ecossistema de startups e de inovação no Brasil. “Mais do que aplicar ferramentas de design thinking e métodos ágeis, queremos consolidar os conhecimentos teóricos e práticos que podem orientar a  administração pública em processos de contratação semelhantes”, afirma. Neste sentido, ela destaca a importância da parceria com o TCU e também avalia como positivos os aprendizados que virão do chamamento.  

Relatório publicado este ano pelo BID, aponta 10 recomendações para consolidar a rede de empreendedorismo no Brasil e o potencial de crescimento do setor. O estudo mostra como o ecossistema de startups pode contribuir para trazer dinamismo e eficiência à produtividade dos setores industriais e gerar mais oportunidades de emprego, fator essencial para recuperação econômica no pós-pandemia. “No BID, a inovação é um dos pilares de nossa atuação porque acreditamos no seu potencial transformador. Por isso, queremos alavancar a adoção de soluções inovadoras na administração pública brasileira, em especial, naquelas que sejam replicáveis, abertas e que ampliem o acesso a serviços públicos de qualidade”, ressalta o representante do BID no Brasil, Morgan Doyle.  

 

Contato de Imprensa

Borges De Padua Goulart Janaina

Borges De Padua Goulart Janaina
Additional Contacts

De Azevedo, Eduardo Henrique

De Azevedo, Eduardo Henrique
Jump back to top