Pular para o conteúdo principal
BID e Prefeitura de Fortaleza assinam contrato na área de transportes urbanos

A Prefeitura Municipal de Fortaleza assinou nesta terça-feira, 19 de dezembro, um contrato de US$85,2 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a implantação do Programa de Transporte Urbano de Fortaleza (Transfor). A assinatura do contrato teve lugar no auditório da Superintendência Regional do Banco do Brasil e contou com a presença da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, e do representante do BID no Brasil, Waldemar Wirsig, além de outras autoridades. O próximo passo, após a assinatura, é o lançamento da licitação de obras.

O Transfor está orçado em US$142 milhões, cabendo ao município o investimento de US$56,8 milhões em cinco anos. O programa prevê a implantação de corredores de transporte exclusivos e preferenciais, alargamento e recuperação de vias, valorização de espaços públicos, ampliação e modernização do sistema de monitoramento do tráfego, além da promoção de um programa de segurança viária.

Será também implementada a integração temporal, que permitirá que a população se desloque por toda a cidade pagando tarifa única em período de tempo determinado, sem a necessidade de passar pelos terminais. O transbordo será feito nas vias públicas, garantindo maior praticidade e agilidade.

Através do Transfor serão implantados três grandes corredores de transporte na cidade: Bezerra de Menezes/Antônio Sales, Augusto dos Anjos/José Bastos e Senador Fernandes Távora/Expedicionários, estando previstos 12 viadutos e túneis com alças de acesso. Serão também alargadas diversas vias e outras serão recuperadas, com obras de drenagem, pavimentação e urbanização, incluindo padronização das calçadas.

Para atender a demanda crescente de transporte público, o projeto prevê a ampliação dos terminais do Papicu, Antônio Bezerra, Siqueira e Parangaba, que serão humanizados e reformados seguindo o conceito de acessibilidade universal. Nas paradas, serão implantadas plataformas de embarque em nível (sem degraus), permitindo o uso do transporte coletivo por portadores de deficiências, bem como gestantes e idosos.

Assim, por meio do Transfor, a prefeitura irá diminuir o tempo das viagens de ônibus, reduzir os custos do transporte, diminuir o tempo de embarque e desembarque dos passageiros, aumentar a segurança no trânsito de veículos e pedestres, bem como diminuir a contaminação do ar e o nível de ruído. O programa valoriza o transporte coletivo, atendendo às necessidades da população ao mesmo tempo em que desafoga a cidade dos congestionamentos.

Jump back to top