Pular para o conteúdo principal
BID e Caixa de Barcelona cooperarão para reduzir custos de remessas de emigrantes latino-americanos

O Banco Interamericano de Desenvolvimento e a Caja de Ahorros y Pensiones de Barcelona (La Caixa) trocaram cartas de intenção a fim de colaborar em projetos que potencializem o impacto econômico e social gerado por remessas enviadas da Espanha por imigrantes de países da América Latina e do Caribe.

A troca de cartas ocorreu entre o presidente do BID, Enrique V. Iglesias, e o diretor geral adjunto de La Caixa, Julio Lage González, em encontro realizado na sede do Banco em Washington.

La Caixa, uma das maiores instituições de poupança da Espanha, e o BID, a principal fonte de financiamento multilateral para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe, concordam sobre a necessidade de melhorar a situação econômica e social dos imigrantes e suas famílias e apoiar sua inclusão no sistema financeiro formal.

O BID, através de seu Fundo Multilateral de Investimentos (Fumin), está realizando um programa destinado a reduzir os custos de envio de remessas de dinheiro mediante o incentivo à concorrência entre os provedores de serviços de remessa, a divulgação de informações aos imigrantes e a modernização das estruturas normativas dos serviços financeiros..

O Fumin também ajuda instituições de microcrédito e poupança na América Latina e no Caribe a criar produtos e serviços financeiros relacionados a remessas, ajudando a promover com isso o desenvolvimento econômico local e a inserção dos beneficiários das remessas no sistema financeiro formal.

Por sua vez, La Caixa vem se destacando por seu trabalho junto a instituições financeiras latino-americanas para tornar mais eficientes os sistemas de distribuição de remessas e proporcionar acesso a serviços e produtos bancários a um número maior de pessoas de baixa renda.

A cooperação entre o BID, o FUMIN e La Caixa deverá gerar mais recursos financeiros e técnicos em apoio às entidades financeiras latino-americanas que trabalham com a clientela de baixa renda.

Conferência sobre remessas em Madri

O Fumin, fundo autônomo administrado pelo BID, realizará na terça-feira, 28 de janeiro, em Madri, uma conferência sobre o impacto econômico e social das remessas enviadas da Espanha por imigrantes latino-americanos.

Durante o encontro, que terá lugar na sede do Ministério da Economia (Paseo de la Castellana 162), será apresentado o estudo "Las Remesas de Emigrantes entre España y Latinoamérica", elaborado pela Confederação Espanhola de Caixas de Poupança, Caja Murcia, Caja El Monte e a empresa de consultoria SADAI, sob o patrocínio do Fumin e do Ministério da Economia da Espanha.

O evento, que reunirá funcionários do governo espanhol e banqueiros da América Latina e do Caribe, realçará a crescente importância para a Espanha das comunidades de imigrantes procedentes de países latino-americanos.

Jump back to top