Pular para o conteúdo principal
BID e BID Lab lançam chamada em economia prateada na América Latina e no Caribe

Chamada pretende converter o envelhecimento em motor de inclusão social e de recuperação econômica

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com seu laboratório de inovação, BID Lab, abriu uma Chamada em Economia Prateada para encontrar e apoiar soluções inovadoras que possibilitem que a crescente população de idosos se converta em motor de inclusão social e de recuperação econômica na América Latina e do Caribe. As propostas deverão ter um foco na população vulnerável e de mais baixos recursos entre os idosos e ser implementadas em um ou mais dos 26 países membros mutuários do BID.

A América Latina e o Caribe é, hoje em dia, a região com o envelhecimento mais rápido do mundo. A vulnerabilidade a que os idosos se viram expostos, como consequência da pandemia da COVID-19, não fez senão destacar o desafio de responder à demanda tríplice e crescente de benefícios de pensão, serviços de saúde e serviços de atendimento a dependentes.

No entanto, os grandes desafios que o envelhecimento implica trazem consigo oportunidades de desenvolvimento econômico com a geração de novos empreendimentos e a criação de mais e melhores empregos para toda a população, incluindo oportunidades para os idosos. A Economia Prateada tem, também, importantes implicações para a equidade entre gêneros, dado que as mulheres vivem mais tempo, e sobre elas recai a maior parte da carga de trabalho doméstico não remunerado associado ao cuidado de idosos dependentes.

“Os países da América Latina e do Caribe devem se preparar com soluções inovadoras para que tanto os governos quanto o setor privado possam atender às necessidades dos idosos, promovendo a recuperação econômica e prestando serviços sociais inclusivos”, explicou Marcelo Cabrol, gerente do Setor Social do BID.

A Chamada de inovação para a inclusão na Economia Prateada busca modelos de negócio com soluções inovadoras prontas para serem implementadas nas áreas de serviços de saúde e assistência, serviços e produtos financeiros, emprego e formação, e habitação e transporte (mobilidade), bem como aqueles que permitam apoiar a promoção e desenvolvimento de empreendimentos de base tecnológica que gerem soluções para qualquer setor relacionado à economia prateada. Poderão participar, entre outros, empresas emergentes, pequenas e médias empresas (PMEs), fundações, organizações sem fins lucrativos, corporações, universidades, think tanks, agências públicas de inovação, aceleradoras e outros atores do ecossistema empreendedor que sejam procedentes de qualquer um dos 48 países membros do Grupo BID.

“Hoje, existem mais de 80 milhões de idosos com mais de 60 anos na região e, em 30 anos, espera-se que sejam quase 200 milhões. Esse é o momento de nos preparar para essa rápida mudança demográfica. O foco nessa nova realidade será um dos temas mais estratégicos para o Grupo BID nos próximos anos,” comentou Irene Arias, CEO do BID Lab. “Essa Chamada de Economia Prateada nos permitirá identificar soluções mais inovadoras para a população vulnerável dos idosos e convidar diferentes atores, sejam startups, sociedade civil ou agências públicas, a pensar e agir nesse desafio e oportunidade,” acrescentou.

A Chamada estabelece duas categorias de participação, segundo onde esteja radicado o registro legal da iniciativa participante, o que permitirá obter apoio financeiro ou menção de honra e a possibilidade de ser incluído na rede de inovadores globais do BID Lab para desenvolver oportunidades de troca de conhecimentos e difundir a solução inovadora.

As iniciativas selecionadas para apoio financeiro poderão optar por empréstimos e/ou financiamento de recuperação contingente, ambos reembolsáveis, ou doações não reembolsáveis por valores que oscilam entre US$ 300.000 e US$ 2 milhões, dependendo do tipo de instrumento financeiro.

As propostas poderão ser apresentadas de 16 de junho a 31 de julho de 2021 e o anúncio das selecionadas acontecerá no mês de outubro. Mais informações podem ser acessadas na página de chamada e orientações. O e-mail SilverEconomy@iadb.org foi habilitado para responder às perguntas das partes interessadas.

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e o Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisas de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação a clientes públicos e privados em toda a região.

Sobre o BID Lab

BID Lab é o laboratório de inovação do Grupo BID, a principal fonte de financiamento e conhecimento para o desenvolvimento focada em melhorar vidas na América Latina e no Caribe (ALC). O propósito do BID Lab é impulsionar inovação para a inclusão na região, mobilizando   financiamento, conhecimento e conexões   para testar soluções em etapa inicial, com potencial de transformar a vida de populações vulneráveis por condições econômicas, sociais e/ou ambientais. Desde 1993, o BID Lab aprovou mais de US$ 2 bilhões em projetos executados em 26 países de ALC. www.bidlab.org

 

Contato de Imprensa

Manzano Guillen, Maria De Gador

Manzano Guillen, Maria De Gador

Borges De Padua Goulart Janaina

Borges De Padua Goulart Janaina
Contactos de Prensa Externos

Andrea Ortega

Andrea Ortega
Additional Contacts

Okumura,Masato

Okumura,Masato
Jump back to top