Pular para o conteúdo principal
BID e Associação de Navegação do Caribe aceleram a descarbonização da indústria naval

A parceria reforça o compromisso de apoiar a descarbonização do setor de transporte marítimo, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa na América Latina e no Caribe.

 

CIDADE DO PANAMÁ – O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Associação de Navegação do Caribe (CSA em sua sigla em inglês) concordaram em colaborar para ajudar a descarbonizar o setor naval. O memorando de entendimento foi assinado pelo vice-presidente de países do BID, Richard Martínez, pelo presidente da CSA, Lindsay Marc Sampson, e pela gerente geral da CSA, Milaika Capella Ras, durante a Reunião Anual do BID e BID Invest.

O acordo visa a acelerar a descarbonização do setor naval, ao mesmo tempo em que estimula o desenvolvimento econômico e social da região. Além disso, o organismo procura melhorar a eficiência e eficácia das atividades e serviços de transporte marítimo, bem como otimizar as operações de portos marítimos, ancoradouros e zonas de influência portuária associadas.

Ao longo desse acordo de 3 anos, ambas as instituições vão colaborar em diferentes atividades, incluindo estudos focados na descarbonização do transporte marítimo e na melhoria das operações de portos marítimos e ancoradouros no Caribe. Também trabalharão em questões técnicas e operacionais relacionadas à redução do uso de combustíveis fósseis em atividades portuárias, como operação e manutenção.

Além disso, ambos os parceiros conduzirão atividades conjuntas de capacitação para promover políticas e regulamentações sobre descarbonização para o transporte marítimo e comercial, economia circular, assuntos trabalhistas, inclusão de gênero, PMEs e fortalecimento institucional.

O BID também está colaborando com a CSA para desenvolver uma estrutura analítica para os principais elementos necessários para a descarbonização dos serviços marítimos e portuários. A parceria também incluirá a criação de novas alianças e a análise das políticas e regulamentações existentes para apoiar a mudança para a descarbonização dos serviços marítimos e portuários em um ambiente favorável.

“Esta parceria é um passo essencial em nossa missão de apoiar o desenvolvimento econômico da região. Como sabemos, o Caribe depende fortemente do transporte marítimo para o comércio. Esta parceria criará oportunidades para ampliar o comércio, o que é fundamental para o crescimento econômico”, disse o vice-presidente Richard Martínez durante a reunião.

O presidente da Associação de Navegação do Caribe, Lindsay Marc Sampson, disse: “A efetivação de nossa parceria hoje ajudará a fortalecer nossos esforços para proteger o meio ambiente da região e acelerar nosso progresso na adoção de melhores tecnologias, procedimentos e alternativas energéticas. Este acordo não é apenas necessário para o meio ambiente, mas também para o crescimento econômico e a cooperação internacional”.

Sobre o BID 

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e o Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisas de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação a clientes públicos e privados em toda a região. Acesse nosso tour virtual

Sobre a Associação de Navegação do Caribe (CSA)

A Associação de Navegação do Caribe foi criada em 1971, surgindo da necessidade de uma voz central para o setor naval da região. A CSA representa os interesses dos setores público e privado no Caribe e em portos das Américas do Sul, Central e do Norte, facilitando o desenvolvimento e a troca de ideias e práticas essenciais para o crescimento da navegação regional. Saiba mais sobre a CSA.

 

Contato de Imprensa

Nunez Zelaya,Anamaria

Nunez Zelaya,Anamaria
Jump back to top