Pular para o conteúdo principal
BID aprova US$ 850 milhões em empréstimos para proteção social na Argentina

O Banco Interamericano de Desenvolvimento aprovou hoje um empréstimo de US$ 850 milhões para um programa destinado a ampliar o acesso a educação e saúde para famílias vulneráveis da Argentina, melhorando suas condições de vida e formação de capital humano.

 

A operação de financiamento do Banco ajudará a definir uma política de proteção social que coordene a ação de programas de transferência de renda condicionada (TRC) dentro dos padrões das políticas já existentes para o setor.

 

O empréstimo também ajudará a realinhar os programas TRC atualmente em operação na Argentina e a financiar o projeto, implantação e consolidação de um novo sistema de detecção e monitoração de riscos sociais em famílias beneficiadas pelo Programa Famílias, o maior desse tipo no país. O Programa Famílias foi lançado em outubro de 2005 com o apoio de um empréstimo de US$ 700 milhões do BID e, em janeiro de 2009, atendia mais de 600.000 famílias.

 

O financiamento do Banco ajudará também a melhorar o funcionamento de programas nacionais de segurança alimentar e inclusão educacional, fortalecendo sua capacidade de monitoração e avaliação.

 

“Este é um apoio importante para as famílias mais vulneráveis da Argentina”, disse o gerente do Departamento de Países do Cone Sul do BID, Carlos Hurtado. “O programa é também muito oportuno, em vista da crise financeira mundial.”

 

O empréstimo do BID é a fase 1 de um projeto de empréstimos multifásico a ser implementado em aproximadamente cinco anos. O financiamento foi aprovado com um período de amortização de 25 anos, período de carência de 18 meses e taxa de juros baseada na Libor.

Jump back to top