Pular para o conteúdo principal

BID apresenta plataforma para melhorar a segurança de cidades na América Latina

BOGOTÁ, Colômbia – No âmbito da XII Semana de Segurança Cidadã, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) apresentou uma plataforma que oferece ferramentas para melhorar a segurança dos cidadãos na América Latina e o Caribe.

A plataforma, que estará disponível a partir do segundo trimestre deste ano, oferecerá ferramentas de inteligência artificial e analítica de dados para apoiar as cidades na construção e gestão de seus planos de segurança cidadã. A plataforma está sendo desenvolvida por meio de uma iniciativa piloto com a cidade de Florianópolis, no Brasil, e permitirá aos gestores municipais:

  • fazer diagnósticos em tempo real integrando dados georreferenciados sobre criminalidade, violência e medo, fatores de risco e desempenho institucional;
  • priorizar os problemas encontrados na cidade e indicar programas eficazes para enfrentá-los;
  • coordenar o diagnóstico e as soluções com as pastas de educação, saúde, assistência social e desenvolvimento urbano, promovendo uma abordagem multissetorial da segurança;
  • fazer o acompanhamento dos programas implementados pela cidade e entregar para a sociedade transparência de resultados e possibilidade de participação.

"Soluções como essa de transformação digital permitem responder a desafios relevantes para a sociedade, como é a segurança cidadã, de uma maneira otimizada, abrindo espaço para resultados sustentáveis. Estamos certos de que o modelo que está sendo construído com Florianópolis tem um grande potencial de escalabilidade para todo o país e a região”, disse Morgan Doyle, representante do Grupo BID no Brasil.

Esta iniciativa é parte da Visão 2025 do BID como parte dos esforços para fortalecer a boa governança de instituições e estimular a digitalização a fim de promover o crescimento sustentável e equitativo na região. Na última década, o BID, junto com outras agências internacionais de doadores, tem apoiado as cidades e os governos estaduais e federais a desenvolver um enfoque integral de segurança cidadã na busca de soluções sob medida.

Parte desses esforços se refletiram na Semana de Segurança Cidadã e Justiça, realizada de 28 de fevereiro a 3 de março em Bogotá.

Com o tema “Transformações policiais na América Latina e Caribe: construindo as polícias do futuro”, o encontro promoveu o intercâmbio de experiências e boas práticas nos processos de transformação e modernização policial que estão sendo implementados por países da região. O evento foi organizado pelo Governo da República da Colômbia, juntamente com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e outros parceiros estratégicos, como a Polícia Nacional da Colômbia (PNC), as universidades de Los Andes e EAFIT na Colômbia e a Universidade Reuters nos Estados Unidos, e a Agência Suíça para o Desenvolvimento e a Cooperação (COSUDE).

O BID é a maior instituição multilateral voltada à construção de capacidades no setor de segurança e justiça na América Latina e no Caribe. Desde 2011, o Banco aprovou 31 operações no setor, totalizando mais de US$ 1,5 bilhão em créditos para 15 países da região.

Sobre o BID 

A missão do Banco Interamericano de Desenvolvimento é melhorar vidas. Fundado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional na América Latina e no Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisa de ponta e presta assessoria política, assistência técnica e treinamento a clientes públicos e privados de toda a região. 

Contato de Imprensa

Borges De Padua Goulart Janaina

Borges De Padua Goulart Janaina
Contactos de Prensa Externos

Bruno Aragaki

Bruno Aragaki
Additional Contacts

Serrano Berthet,Rodrigo

Serrano Berthet,Rodrigo
Jump back to top