Pular para o conteúdo principal
Initiative: The Latin American Investment Facility (LAIF)
Facilidade de Investimento para a América Latina (LIAF)
Latin American investment Fund Water and Sanitation
LAIF-Latin American Investment Fund Porject

A Facilidade Latino-Americana de Investimentos (LAIF) da União Europeia financia um programa conjunto que reforça a aliança estratégica estabelecida pelo BID e pela Agência Espanhola de Cooperação para o Desenvolvimento (AECID).

Este Programa visa impulsionar o setor de água e saneamento na região, fortalecendo a Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GIRH) e a Adaptação às Mudanças Climáticas (CCA).

COMO FUNCIONA O PROGRAMA?

A partir de um compromisso compartilhado entre a União Europeia, a AECID e o BID, o programa "promovendo a adaptação às mudanças climáticas e o investimento em gestão integrada de recursos hídricos para o setor de Água e Saneamento na América Latina no âmbito do Fundo de Cooperação para Água e Saneamento" é um programa financiado por meio do Mecanismo de Investimento da Comissão Europeia para a América Latina que enfrenta os desafios regionais por:

Construção e reabilitação de sistemas de água e saneamento

Promover o acesso através da construção e reabilitação de sistemas de água e saneamento, de forma a aumentar a cobertura para a população com menos recursos.

Fortalecimento institucional

Fortalecimento institucional para aumentar a sustentabilidade dos serviços, promovendo marcos nacionais que permitam o uso racional dos recursos e a salvaguarda de direitos.

Apoio à gestão integrada dos recursos hídricos

Apoiar a gestão integrada dos recursos hídricos, com foco integrado nas bacias hidrográficas para uso e gestão da água que preservem o meio ambiente e levem o ciclo completo da água e do clima.

COMO FUNCIONA O PROGRAMA?

O programa contempla uma subvenção da União Europeia e da AECID de 15,3 milhões de euros, dos quais o BID administra e executa 12,86 milhões de euros. As ações do programa são implementadas por meio de dois componentes:

Água e saneamento da América Latina e do Caribe

O ano de 2007 marca uma nova etapa na água e no saneamento da América Latina e do Caribe. Foi quando a Espanha criou o Fundo de Cooperação para Água e Saneamento (FCAS). Esta iniciativa inédita para a região busca ajudar a concretizar o direito humano à água e ao saneamento e superar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, concentrando seu financiamento em áreas periurbanas e rurais, onde os níveis de pobreza tendem a ser mais altos.

BID como parceiro estratégico

A Espanha escolheu o C para enfrentar este desafio e criou o FECASALC. Em 24 de julho de 2009, foi assinado um Marco Técnico entre a Cooperação Espanhola - por meio da Agência Espanhola de Cooperação para o Desenvolvimento (AECID) - e o BID, por meio de sua Divisão de Água e Saneamento. Desde então, as duas instituições compartilharam.

COMO FUNCIONA O PROGRAMA?

A partir de um compromisso compartilhado entre a União Europeia, a AECID e o BID, o programa "promovendo a adaptação às mudanças climáticas e o investimento em gestão integrada de recursos hídricos para o setor de Água e Saneamento na América Latina no âmbito do Fundo de Cooperação para Água e Saneamento" é um programa financiado por meio do Mecanismo de Investimento da Comissão Europeia para a América Latina que enfrenta os desafios regionais por:

Construção e reabilitação de sistemas de água e saneamento

Promover o acesso através da construção e reabilitação de sistemas de água e saneamento, de forma a aumentar a cobertura para a população com menos recursos.

Fortalecimento institucional

Fortalecimento institucional para aumentar a sustentabilidade dos serviços, promovendo marcos nacionais que permitam o uso racional dos recursos e a salvaguarda de direitos.

Apoio à gestão integrada dos recursos hídricos

Apoiar a gestão integrada dos recursos hídricos, com foco integrado nas bacias hidrográficas para uso e gestão da água que preservem o meio ambiente e levem o ciclo completo da água e do clima.

COMO FUNCIONA O PROGRAMA?

O programa contempla uma subvenção da União Europeia e da AECID de 15,3 milhões de euros, dos quais o BID administra e executa 12,86 milhões de euros. As ações do programa são implementadas por meio de dois componentes:

Água e saneamento da América Latina e do Caribe

O ano de 2007 marca uma nova etapa na água e no saneamento da América Latina e do Caribe. Foi quando a Espanha criou o Fundo de Cooperação para Água e Saneamento (FCAS). Esta iniciativa inédita para a região busca ajudar a concretizar o direito humano à água e ao saneamento e superar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, concentrando seu financiamento em áreas periurbanas e rurais, onde os níveis de pobreza tendem a ser mais altos.

BID como parceiro estratégico

A Espanha escolheu o C para enfrentar este desafio e criou o FECASALC. Em 24 de julho de 2009, foi assinado um Marco Técnico entre a Cooperação Espanhola - por meio da Agência Espanhola de Cooperação para o Desenvolvimento (AECID) - e o BID, por meio de sua Divisão de Água e Saneamento. Desde então, as duas instituições compartilharam.

Tópicos

Descubra os temas em que estamos trabalhando para melhorar a vida na América Latina e no Caribe.

Mostar mais
Representações por país

Explore as nossas representações nos diferentes países e o trabalho que realizam para melhorar vidas.

Mostar mais
Jump back to top