Pular para o conteúdo principal
Paraguai fortalece serviços de saúde no Paraguai com apoio do BID
  • O novo Hospital Geral San Estanislao beneficiará 90 mil pacientes por ano

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Governo do Paraguai assinaram um contrato de empréstimo de US$ 60 milhões para fortalecer os serviços de saúde no distrito de San Estanislao, ao norte da Região Leste do Paraguai. Cerca de 90.000 usuários serão beneficiados diretamente com este projeto, que inclui a concepção, construção, os equipamentos e a operacionalização do Hospital Geral San Estanislao.

O contrato foi assinado em Washington, DC pelo presidente do BID, Ilan Goldfajn, e pelo ministro da Economia e Finanças do Paraguai, Carlos Fernández Valdovinos. O projeto visa a expansão da capacidade dos serviços de saúde secundários e terciários, bem como na melhoria da eficiência e qualidade dos processos de saúde.

“É com muito orgulho que formalizo hoje com o ministro Fernández o projeto de construção do hospital geral San Estanislao, que atenderá 90 mil pessoas anualmente, ampliando a capacidade e a qualidade dos serviços de saúde na região leste do Paraguai”, disse Ilan Goldfajn, presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O empréstimo financiará o projeto, construção, equipamento e  a operacionalização do Hospital Geral San Estanislao. O hospital terá aproximadamente 150 leitos (120 de internação e 30 de terapia intensiva), 38 postos de atendimento ambulatorial, setor de diálise com 24 cadeiras, hospital-dia para tratamento de câncer com 10 postos, 10 salas de parto, 3 salas de cesariana, 4 salas de cirurgia , pronto-socorro com 39 leitos e alojamento para gestantes e familiares de pacientes em terapia intensiva.

O acordo financiará o projeto arquitetônico da infraestrutura hospitalar, a construção e fornecimento de móveis e equipamentos de acordo com critérios de construção sustentável e eficiente, bem como a aquisição de softwares, conectividade e equipamentos para serviços de telemedicina, treinamento de pessoal e ampliação do capacidade de usar telediagnósticos como ultrassonografia, eletrocardiograma, eletroencefalograma e tomografia computadorizada. Serão também elaborados e implementados planos para a gestão de resíduos hospitalares.

Da mesma forma, o projeto ampliará o acesso das mulheres aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, ao atendimento e encaminhamento de casos de violência doméstica, à redução da mortalidade por doenças crônicas não transmissíveis e ao tratamento de gestações de alto risco. Promoverá também a inclusão de pessoas com deficiência, melhorando o acesso a serviços hospitalares, telemedicina e serviços de apoio à tecnologia de apoio. A iniciativa também reduzirá as lacunas no acesso à saúde para as comunidades indígenas e garantirá o cumprimento da Lei de Saúde dos Povos Indígenas.

 

 Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Estabelecido em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e do Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisa de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação a clientes do setor público e privado em toda a região. Acesse nosso tour virtual.

Contato de Imprensa

Planes,Maria Soledad

Planes,Maria Soledad
Você também pode estar interessado em

Paraguai e BID

O Escritório Nacional do Paraguai busca apoiar a transformação institucional e produtiva do país, sob critérios de sustentabilidade, equidade e inclusão econômica e social.

Leia mais
Jump back to top