Pular para o conteúdo principal
Municípios do Brasil, Equador, Guatemala e Venezuela vencem a edição 2015 do Prêmio Governarte
  • Concurso buscou as melhores práticas em iniciativas desenvolvidas por governos municipais em matéria de big data e registros de pessoas.

Cinco iniciativas de governos municipais do Brasil, Equador, Guatemala e Venezuela foram selecionadas como vencedoras do Governarte 2015: Prêmio Eduardo Campos, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 

A terceira edição do concurso, que visa premiar as melhores e mais inovadoras práticas de gestão pública em nível subnacional, contou com duas categorias este ano: “Cidades e Big Data” e “Cidades e Registros de Pessoas”. Um total de 95 iniciativas provenientes de cidades de toda América Latina e Caribe foram inscritas. 

Dois paineis formados por especialistas internacionalmente reconhecidos foram os responsáveis por avaliar e selecionar as inciativas vencedoras em cada uma das categorias, com base em critérios de impacto, sustentabilidade, inovação e replicabilidade. 

Estes são os vencedores do Governarte 2015: 

Categoria 1: Cidades e Big Data

Você SBC – Zeladoria Urbana Participativa. Município de São Bernardo do Campo (São Paulo, Brasil): Sistema de gestão participativa para a administração de 114 serviços públicos alimentados por diversas fontes de informação municipais, geradas por cidadãos, fiscais e empresas em um programa de mapeamento móvel georreferenciado.

Fortaleza Inteligente e Mobilidade Urbana. Município de Fortaleza (Ceará, Brasil): Estratégia para reduzir o tempo de viagem e melhorar a comodidade dos usuários de transporte público por meio da análise de informações em larga escala (big data) relativas ao deslocamento de pedestres e veículos.

Categoria 2: Cidades e Registros de Pessoas

Registro Civil Online. Município de Baruta (Miranda, Venezuela): Sistema de registro civil online que permite aos cidadãos realizarem diferentes procedimentos em qualquer lugar e no menor tempo possível. 

Plano Nacional para a Erradicação do Sub-Registro. Município de Antigua Guatemala (Sacatepéquez, Guatemala): Mesa de registros para combater o subregistro civil através da tecnologia, especificamente por meio da utilização de um aplicativo de alerta de novas vidas utilizado por parteiras. 

Brigadas Móveis. Município de Guayaquil (Guayas, Equador): Através da utilização de um veículo devidamente equipado para expedir documentos de identidade, o município conseguiu estabelecer o acesso a serviços de registro civil em zonas desatendidas.

 A categoria “Cidades e Registros de Pessoas” termina por apresentar três municípios vencedores. 

“Gostaria de agradecer a todas as iniciativas inscritas no concurso Governarte – Prêmio Eduardo Campos, por participar com tanto entusiasmo, e também estender minhas felicitações aos vencedores desta edição. O Concurso reconhece iniciativas de cidades da América Latina e Caribe que implementaram práticas inovadoras em suas gestões para melhorar a vida de seus cidadãos”, disse Luis Alberto Moreno, presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “Nesta edição do prêmio, o BID e a região reconhecem os esforços realizados em matéria de uso de dados massivos para melhorar a qualidade de serviços públicos, assim como inovações que buscam combater o subregistro civil e de identidade”, acrescentou. 

O Prêmio Governarte, realizado com o apoio do Fundo Canadense para a Identidade Legal Universal na América Latina e no Caribe (CCR), tem como objetivo identificar e premiar as melhores práticas e inovações em gestão pública subnacional, com o objetivo de difundi-las em toda a América Latina e no Caribe. 

Mais informações sobre os vencedores estão disponíveis na página do concurso: www.iadb.org/gobernarte e a cerimônia de premiação será realizada no primeiro quadrimestre de 2016.

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e o Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisas de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação a clientes públicos e privados em toda a região.

Jump back to top