Pular para o conteúdo principal
Firma de consultoria selecionada para realizar auditoria ambiental e social independente do projeto Camisea

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Corporação Andina de Fomento (CAF) selecionaram a ICF International para realizar uma auditoria ambiental e social independente do Projeto Camisea, no Peru.

A auditoria terá início no final de setembro e deverá ser concluída em quatro meses. Seus resultados serão divulgados ao público.

O conceito dessa auditoria ambiental e social foi estabelecido pelo BID e pela CAF em junho de 2003, antes da aprovação pelo Banco do financiamento do componente a jusante do projeto Camisea com a empresa responsável pelo projeto, a Transportadora de Gas del Perú (TGP). O contrato de empréstimo prevê a realização de uma auditoria anual pela TGP com consultores independentes durante a operação do projeto, bem como a divulgação dos resultados ao público. O BID e a CAF decidiram realizar esta auditoria adicional para complementar esse esforço.

Os objetivos da auditoria são avaliar o desempenho ambiental e social do projeto e, se pertinente, quaisquer impactos ou riscos ambientais e sociais que não tenham sido adequadamente mitigados. A auditoria avaliará os componentes a jusante e a montante do projeto.

A auditoria é um acréscimo às várias atividades independentes existentes e contínuas de monitoramento e supervisão ambiental e social que avaliará o desempenho e a observância do projeto no que se refere a normas e regulamentos ambientais e sociais. Essas atividades estão sendo realizadas por especialistas externos que respondem perante o BID, órgãos do governo peruano e o programa de monitoramento comunitário local.

A Minuta dos Termos de Referência (TOR) para a auditoria foi colocada à disposição do público no período de 5 a 24 de maio e exaustivamente discutida com as partes interessadas. Uma reunião de consulta foi realizada em Lima no dia 19 de maio de 2006 e, por solicitação dos interessados, o BID prorrogou o prazo para consultas até 2 de junho de 2006.

Solicitações de propostas foram enviadas a quinze firmas e instituições de auditoria ambiental e social (Arthur D. Little; Battelle; Bechtel; CH2M Hill; Currie & Brown; ENSR; Environ International Corporation; E3 Environmental Consulting; ICF Consulting; Integrated Environments; International Network for Environmental Compliance and Enforcement; Mott Mac Donald; Netherlands Commission for Environmental Impact Assessment; Tetra Tech NUS, Inc; e Marshal Macklin Monaghan). Cinco propostas foram apresentadas (Arthur D. Little, E3, ICF Consulting, Integrated Environments e Mott Mac Donald).

As propostas foram examinadas por uma comissão composta por técnicos do BID e da CAF e um consultor externo e avaliadas com base em critérios técnicos, inclusive experiência anterior em auditorias semelhantes de projetos de gás natural e de gasodutos para líquidos do gás; experiência específica da equipe proposta em auditorias semelhantes e nos ecossistemas específicos do projeto; conhecimentos de inglês e espanhol; e entendimento dos objetivos e do âmbito da auditoria em conformidade com a ISO 14001.

A auditoria é parte de um compromisso contínuo do BID de promover avaliações independentes do desempenho ambiental e social do projeto Camisea.

Jump back to top