about-us-aug

Sobre o BID

Biografias

Marlon Tábora Muñoz

Assessor Executivo no Escritório do Presidente e Secretário do Banco

Marlon-Tabora-Cropped

Marlon Tábora Muñoz, cidadão hondurenho, foi nomeado Secretário do Banco em 1º de agosto de 2021, Assessor Executivo no Escritório do Presidente em 1º de outubro de 2020 e Secretário do Banco, a.i., de 1º de abril de 2021 a 31 de julho de 2021. Ele atuou como VPF interino até 31 de dezembro de 2020. O Sr. Tábora Muñoz é um talentoso funcionário público, diplomata e executivo. Antes de ingressar no Banco Interamericano de Desenvolvimento, foi Assessor Sênior para a América Central na Diretoria do Fundo Monetário Internacional (FMI) e de 2017 a 2019 foi Embaixador de Honduras nos Estados Unidos.

Sua carreira abrange igualmente os setores público e privado. Antes de se tornar Embaixador, o Sr. Tábora em 2015-2017 atuou como Diretor Executivo para a América Central e Belize no BID, onde presidiu o Comitê de Programação e copresidiu o Comitê de Orçamento e Políticas Financeiras. Além disso, foi Governador e Presidente do Banco Central de Honduras e presidiu o Gabinete Econômico em seu país por três vezes. Durante seu mandato no Banco Central de Honduras, o Sr. Tábora foi Presidente do Conselho Monetário da América Central e representou seu país nas Assembleias de Governadores do FMI, BID, Banco Mundial e CABEI. Em 2010, após um período como Chefe de Gabinete e Vice-Ministro da Presidência, o Sr. Tábora chegou a Washington para atuar como representante de Honduras no BID até o fim de 2013.

Como Chefe do Gabinete Econômico, o Sr. Tábora negociou e liderou a implementação dos dois últimos acordos de stand-by entre Honduras e o Fundo Monetário Internacional (FMI), liderando da reforma do setor de energia, bem como a reforma do setor de telecomunicações quando foi Presidente da Comissão Nacional de Telecomunicações (CONATEL) em 2002-2004. Seus méritos incluem ser considerado como uma das “100 pessoas mais influentes da América Central em 2014" pela revista "Estrategia y Negocios" e incluído entre as "25 pessoas mais influentes da América Central" pela revista "Forbes" em 2015 e pela revista “América Economía” em 2016.

O Sr. Tábora tem diploma em Engenharia Mecânica da Universidade Nacional Autônoma de Honduras, mestrado em Relações Internacionais da Universidade Tecnológica Centro-Americana (UNITEC) e PhD em Administração de Empresas da Universidade Católica de Honduras. O Sr. Tábora também tem mestrado em Gestão de Políticas Públicas da McCourt School of Public Policy na Universidade de Georgetown, mestrado com mérito em Administração Pública com foco em Economia Política e Ciência Política da London School of Economics and Political Science e diploma de pós-graduação em Estratégia Financeira com distinção (primeiro da turma) da Said Business School na Universidade de Oxford. Tem diplomas em Desenvolvimento Econômico, Políticas Públicas e Liderança Pública da John F. Kennedy School of Government na Universidade Harvard e é ex-aluno do Programa Avançado de Gestão (AMP) da Harvard Business School, Programa Executivo Stanford (SEP) da Stanford Graduate Business School e Programa Avançado de Finanças da Wharton School na Universidade da Pensilvânia.