News banner image

Notícias

Itaú BBA receberá US$ 100 milhões do BID para financiar projetos verdes na América Latina

O Banco Itaú BBA receberá um empréstimo de ate US$ 100 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para financiar projetos verdes no Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru e Uruguai.

Os recursos do BID serão utilizados no financiamento de projetos relacionados à energia renovável, eficiência energética e produção mais limpa, bem como em projetos que possam gerar créditos de carbono. O empréstimo do BID poderá ser complementado por uma segunda operação sindicalizada (empréstimo B) de também até US$ 100 milhões.

“Há uma carência de financiamentos para projetos verdes na América Latina. Esse empréstimo faz parte dos nossos esforços para fechar essa lacuna”, afirma Daniela Carrera-Marquis, chefe da Divisão de Mercados do Departamento de Financiamento Estruturado e Corporativo (SCF). Nos últimos anos, o SCF aprovou US$ 325 milhões em empréstimos para que instituições financeiras da América Latina e do Caribe financiassem projetos de meio-ambiente.

“Estamos contentes em nos associar com o BID nessa transação singular '', disse Carolina Camargo, chefe de Instituições Financeiras Internacionais do Banco Itaú BBA, Brasil. "Aproveitando a experiência e reputação do BID nos mercados latino-americanos com a capacidade de nosso grupo para originar e executar transações irá fornecer um instrumento ideal para financiar projetos benéficos ao meio ambiente e gerar um efeito de demonstração."

O empréstimo do BID também envolve assistência técnica. O Itaú BBA pode implementar uma plataforma e-learning desenvolvida pelo programa beyondBanking do BID. Esta plataforma permitirá que os participantes aprimorem a originação dos empréstimos ambientais, além de levar em conta vários processos de filtragem para selecionar projetos qualificados para financiamento. O Itaú BBA também irá aderir aos critérios de elegibilidade do BID para seleção de projetos verdes e seguirá as diretrizes do Banco para publicação de relatórios de sustentabilidade.

“Este projeto poderá servir como exemplo para que o sistema bancário da região vá além dos sistemas tradicionais de avaliação de risco e inclua procedimentos que permitam aos investidores maximizar os impactos”, disse Karina Azzinnari, líder de projeto do BID.

Departamento de Financiamento Estruturado e Corporativo

O Departamento de Financiamento Estruturado e Corporativo (SCF) é responsável por todas as operações do BID sem garantia soberana para projetos de grande escala, grandes empresas e instituições financeiras da América Latina e do Caribe. Através do programa de empréstimos sindicalizados, o SCF desempenha um papel catalisador, ajudando na mobilização de recursos de terceiros mediante associação com bancos comerciais, investidores institucionais, co-garantidores e outros co-emprestadores para projetos com um alto grau de contribuição para o desenvolvimento.