News banner image

Notícias

Instituições do Brasil, Colômbia e Chile ganham prêmios do BID por apoio à microempresa

O maior programa de microcrédito do Brasil, uma destacada ONG colombiana e uma agência do governo chileno reconhecida pela alta qualidade de seus serviços ganharam os prêmios anuais do BID para instituições que se sobressaem por seu impulso à microempresa na América Latina e no Caribe.

 

As microempresas – pequenos negócios que tipicamente têm menos de 10 funcionários – geram mais da metade dos empregos na região. Dezenas de milhões de famílias pobres dependem delas para ganhar a vida.

 

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, e o presidente do BID, Luis Alberto Moreno, entregarão os prêmios à CrediAmigo do Brasil, à Fundación Mundial de la Mujer de Popayán da Colômbia e ao Servicio de Cooperación Técnica (SERCOTEC) do Chile por ocasião da inauguração do XI Fórum Interamericano da Microempresa, quarta-feira 8 de outubro, em Assunção, no Paraguai.

 

A CrediAmigo, um programa do Banco do Nordeste estatal, ganhou o prêmio de excelência em microfinanças para entidades reguladas. Com mais de 340.000 clientes na região mais pobre do Brasil, a CrediAmigo inspirou outros bancos brasileiros a iniciar seus próprios programas de microfinanças. Como entidade socialmente responsável, a CrediAmigo criou um cargo de ombudsman para lidar com as dúvidas e reclamações dos clientes.

 

A Fundación Mundial de la Mujer de Popayán ganhou pela segunda vez o prêmio de excelência em microfinanças para entidades não reguladas. Essa ONG, integrante da rede do Banco Mundial da Mulher, tinha mais de 223.000 clientes no final do ano passado. Partindo de sua sede distante no sul da Colômbia, a FMM Popayán tornou-se a segunda maior instituição de microfinanças do país. Destaca-se também por seus extraordinários níveis de eficiência e sua liderança como entidade financeira responsável.

 

O prêmio do BID para excelência em serviços de desenvolvimento empresarial foi concedido ao SERCOTEC, o serviço estatal de cooperação técnica que ajuda as microempresas chilenas a aumentar sua produtividade por meio de acesso a capacitação, capital e tecnologias de ponta. Considerada por muitos especialistas a agência de apoio à microempresa mais eficiente da América Latina, o SERCOTEC caracteriza-se pelos altos níveis de satisfação demonstrados tanto por seus clientes como por outras instituições.

 

Fórum da Microempresa

 

O fórum, que será realizado de 8 a 10 de outubro no Centro de Convenções Conmebol em Assunção, reunirá mais de 1.000 delegados de instituições microfinanceiras, cooperativas de crédito, bancos, fundações, fundos de investimentos, órgãos governamentais e agências multilaterais.

 

Os participantes se concentrarão em dois temas centrais. O primeiro aparece no título da conferência, “Da margem à inclusão”, que é uma referência à necessidade de utilizar as microfinanças e outros instrumentos para ajudar os empresários que operam na chamada base da pirâmide socioeconômica a integrar-se à economia formal.

 

O outro tema principal será como assegurar que as microfinanças continuem sendo um setor social e economicamente responsável na América Latina e no Caribe, particularmente para evitar excessos como os que conduziram à crise do mercado hipotecário nos Estados Unidos.

 

Contato de imprensa