Notícias

Infraestrutura sustentável: Brasil, Reino Unido e BID definem novas áreas de colaboração

Representantes do governo brasileiro, do governo do Reino Unido e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) - parceiros no Programa do Reino Unido de Infraestrutura Sustentável (SIP) - se reuniram hoje para analisar o progresso alcançado pelo Brasil no avanço da agenda de sustentabilidade e infraestrutura de baixo carbono, com o apoio financeiro do SIP e apoio técnico do BID.

As atividades já financiadas pelo SIP incluem a criação de uma plataforma de infraestrutura sustentável, um projeto para promover a inovação em infraestrutura em municípios pequenos e médios, apoio à modernização da regulação do setor elétrico do país, um Plano de Desenvolvimento Econômico e Sustentável para a Amazônia Ocidental e o estado do Amapá e um projeto para promover uma mudança para modais de transporte e logística sustentáveis no Brasil.

As três partes concordaram em avançar com uma agenda ambiciosa para apoiar o cumprimento das metas NDC do Brasil de reduzir as emissões em 37% até 2025 e 43% em 2030. Tal agenda incluirá atividades de assistência técnica nos setores de infraestrutura, com maior potencial para a relação do impacto da mitigação do clima com abordagens abrangentes de economia sustentável: energia, transporte limpo e resíduos.

A melhoria do planejamento, preparação e implementação de projetos, instrumentos inovadores de financiamento climático e estruturas de incentivo ao mercado serão os pilares de nosso trabalho conjunto no futuro.

O Programa de Infraestrutura Sustentável do Reino Unido é um mecanismo de US$ 230 milhões (177 milhões de libras), financiado pelo Governo do Reino Unido, para financiar o desenvolvimento de infraestrutura de baixo carbono no Brasil, na Colômbia, no Peru e no México, catalisando recursos privados para investimentos críticos, em consonância com os objetivos desses países para o cumprimento do Acordo de Paris.

 

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para projetos econômicos, sociais e institucionais na América Latina e no Caribe. Além de empréstimos, subsídios e garantias, o BID realiza pesquisas de ponta, para oferecer soluções inovadoras e sustentáveis ​​para os desafios mais urgentes de nossa região. Fundado em 1959 para ajudar a acelerar o progresso em seus países membros em desenvolvimento, o BID continua a trabalhar todos os dias para melhorar vidas.