News banner image

Notícias

Equador aumentará cobertura rural dos serviços de água e saneamento com ajuda da Espanha e do BID

O Equador aumentará a cobertura de serviços de água e saneamento eficientes e sustentáveis em comunidades rurais de até 20.000 habitantes com uma combinação de US$ 20 milhões em doações do Governo da Espanha e US$ 30 milhões em empréstimos do Banco Interamericano de Desenvolvimento, no âmbito de um programa aprovado pela Diretoria Executiva do BID.

A doação será oferecida pelo Fundo Espanhol de Cooperação para Água e Saneamento na América Latina e Caribe (Fundo Espanhol), que se associou ao BID para financiar vários outros projetos na região.

O Programa de Infraestrutura Rural de Saneamento e Água (PIRSA) instalará, expandirá e melhorará os sistemas de água e proporcionará soluções de saneamento em áreas rurais de baixa renda em que esses serviços são ausentes ou deficientes. Financiará também atividades para fortalecer a capacidade de gestão de comunidades, operadoras e governos locais na prestação de serviços e ampliar a capacidade da agência reguladora nacional responsável.

Os governos locais executarão os projetos de infraestrutura por meio de acordos de financiamento a ser assinados com o Banco del Estado, a principal instituição de financiamento ao desenvolvimento do Equador, e sob a supervisão do Ministério de Desenvolvimento Urbano e Moradia.

O programa reflete as intenções da Constituição de 2008 e da Política Nacional de Água e Saneamento do Equador, que descentralizaram a responsabilidade pela distribuição de água e pelos serviços de esgotos, que agora competem aos governos locais.

Este é o 11º projeto de expansão e melhoria da cobertura de água potável e saneamento realizado conjuntamente pelo BID e pelo Fundo Espanhol. O Fundo foi criado em 2008 por iniciativa do presidente espanhol José Luis Rodríguez Zapatero.

A Espanha e o BID já financiaram em conjunto projetos de água e saneamento no Haiti, El Salvador, Peru, Bolívia, Guatemala, Brasil e Uruguai. A parceria também está preparando projetos em Honduras, Nicarágua, Costa Rica e República Dominicana.