News banner image

Notícias

Empréstimo do BID melhorará serviço de transporte de commodities na hidrovia Paraguai-Paraná

Tecnologia de ponta de baixo carbono para projeto da Hidrovias do Brasil aumentará eficiência de combustível e capacidade de transporte, além de gerar empregos

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou empréstimo de US$ 100 milhões para ampliar a eficiência no transporte de commodities pela hidrovia Paraguai-Paraná, projeto que melhorará a integração logística entre Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai.

Os recursos do BID ajudarão a financiar a compra de rebocadores e barcaças de ultima geração que serão usados no transporte de 3,25 milhões de toneladas métricas/ano de minério de ferro de Corumbá, no Brasil, para a Argentina e o Uruguai. Trata-se de um acordo de longo prazo, nos moldes take-or-pay (contrato com obrigação de aquisição), com uma subsidiaria da Vale S.A. O BID também financiará o treinamento de capitães, tripulação e equipe de manutenção que operarão e manterão os equipamentos.

Apoiado pela Hidrovias do Brasil SA, o projeto deve ter grande efeito de demonstração em um setor em que a maior parte da frota utiliza tecnologia dos anos 1950. A tecnologia de ponta para transporte hidroviário aumentará a eficiência dos combustíveis e a capacidade de transporte, melhorará a capacidade de manobra dos equipamentos e promoverá ciclos de transporte mais rápidos que, em consequência, aumentará os volumes transportados.

Espera-se que cerca de 260 empregos diretos sejam criados no Paraguai. O aumento da eficiência de combustível deve evitar a emissão de aproximadamente 275 mil toneladas de carbono durante a vigência do acordo com a Vale. Além dos recursos do BID, o projeto deve receber financiamentos adicionais de bancos comerciais e de outro banco de desenvolvimento.