Notícias

Conheça as cinco startups finalistas do Pitch SABESP

BID APORTARÁ ATÉ R$ 150 MIL PARA CADA NEGÓCIO TESTAR SOLUÇÃO QUE, UMA VEZ PROVADA, PODERÁ SER CONTRATADA PELA SABESP PARA SUA IMPLEMENTAÇÃO EM ESCALA

Cinco startups foram selecionadas para testar soluções que poderão ajudar a resolver desafios tanto na prestação de serviços como na gestão interna da Sabesp, a Companhia de Água e Saneamento do Estado de São Paulo. Cada negócio poderá receber até R$ 150 mil do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio de uma cooperação com a SABESP, para testar as soluções.

O Pitch SABESP consiste em uma chamada pública para selecionar projetos inovadores relacionados com a área do saneamento básico e que contribuam à solução dos principais desafios da SABESP. A companhia apresentou 27 desafios distribuídos em cinco áreas: experiência dos clientes, redução de perdas, tecnologia para o saneamento, eficiência operacional e energética, e gestão corporativa.

Quinze negócios selecionados entre 585 inscritos apresentaram suas propostas a uma banca avaliadora. Os cinco finalistas na categoria startups que o BID apoiará, e cujas soluções incluem desde big data e inteligência artificial para predizer inadimplência e padrões de comportamento até ferramentas de detecção de perdas de água, foram os seguintes:

  • Utilis Israel - identifica perdas de água nos sistemas de distribuição por meio de satélites
  • Avatar da Saúde Consultoria – aplicativo dedicado voltado à saúde e qualidade de vida dos funcionários
  • Advizzo – combina economia do comportamento e Data Science para promover o engajamento e relacionamento com clientes
  • City Taps – medidor de água inteligente e pré-pago que usa computação na nuvem entre outras tecnologias
  • E-Wally – plataforma de pagamentos de contas e transações financeiras conectada ao Sistema Brasileiro de Pagamentos (SBP), reduz os custos de arrecadação

“Considerando os desafios em termos dos recursos financeiros a serem assignados ao setor e a quantidade de pessoas que ainda falta incorporar ao acesso a serviços de saneamento básico entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, vem sendo cada vez mais incerto conseguir atingir a meta dentro do prazo estabelecido até 2030. Nesse contexto, a inovação como meio para implantar soluções de saneamento básico de menor custo e tempo e maior efetividade, se torna ainda mais importante e deve ser um caminho sem retorno, especialmente quando se trata de promover uma melhor gestão dos recursos hídricos e garantir a universalização do acesso”, explica Gustavo Méndez, Especialista Líder em Água e Saneamento do BID.

Além do BID, a iniciativa conta com o apoio da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária (ABES), da Associação Interamericana de Engenharia Sanitária Ambiental (AIDIS) e do Instituto Trata Brasil. A chamada contribui tanto para a SABESP, por trazer um novo olhar para a gestão dos serviços prestados, quanto para as startups, com uma grande oportunidade de negócio e reconhecimento, ao trabalhar com uma das maiores empresas de saneamento do mundo.

Inovação aberta

O BID desenvolveu e vem aplicando uma metodologia para conectar governos ao ecossistema de inovação do Brasil, o maior da América Latina. A iniciativa corporativa multissetorial de inovação aberta, ou open innovation, busca disseminar e inspirar seus parceiros a adotarem soluções desenvolvidas por empresas jovens – startups e scaleups – dedicadas a resolver problemas de interesse público em todos os setores nos quais o Banco atua.

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Fundado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e do Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisa de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação para clientes dos setores público e privado em toda a região.

Contato de imprensa
Mais Informações

Gustavo Méndez

Especialista Líder da Divisão de Água e Saneamento do BID

gmendez@iadb.org

Sobre o BID