News banner image

Notícias

BID anuncia ganhadores da convocatória para projetos da Sociedade Civil voltados à redução da pobreza na América Latina e no Caribe

Sete organizações da sociedade civil receberão um total de US$ 7 milhões para executar projetos que beneficiarão comunidades de baixa renda e grupos vulneráveis na Bolívia, Colômbia, Guatemala, Guiana, Nicarágua, Paraguai e Peru

O Banco Interamericano de Desenvolvimento anunciou hoje as sete organizações ganhadoras da Convocatória para Projetos da Sociedade Civil focadas em apoiar comunidades de baixa renda e grupos vulneráveis. Os projetos serão financiados por meio do Fundo Japonês para Redução da Pobreza, administrado pelo Banco. 

As organizações da sociedade civil ganhadoras executarão projetos na Bolívia, Colômbia, Guatemala, Guiana, Nicarágua, Paraguai e Peru, em um montante total de US$ 7 milhões. 

“O Banco atua proativamente com a sociedade civil na região. Esta convocatória é uma iniciativa importante para apoiar o trabalho das organizações da sociedade civil em um nível operacional nas comunidades vulneráveis e, como resultado, fortalecer a parceria do BID com essas organizações”, disse Roberto Vellutini, Vice-presidente de Países. 

“Esta é a primeira vez que os fundos fiduciários do Japão administrados pelo Banco são utilizados em uma convocatória e estou muito satisfeito com a grande quantidade de propostas de projetos que recebemos. Todos os projetos selecionados são inovadores e promissores. Estou certo de que esses projetos, com o trabalho competente das OSCs, contribuirão decisivamente para a redução da pobreza na região”, disse Yasuhiro Atsumi, Diretor Executivo do BID para o Japão. 

O Banco recebeu 1.885 propostas de 26 países da América Latina e do Caribe, que passaram por um processo cuidadoso de avaliação. A seleção final esteve a cargo do Governo do Japão. 

As organizações e propostas ganhadoras são: 

  • Fundación Colonia Pirai (Bolívia, US$ 1.342,212). O projeto da Fundação contribuirá para a modernização da Escola Superior de Agricultura da Fundación Colonia Pirai em Santa Cruz e aumentará sua capacidade educacional em benefício de estudantes rurais e indígenas.
     
  • Progresar Fundación Centro de Educación Especial (Colômbia, US$ 300,000). O projeto Apoio a talentos e habilidades produtivas contribuirá para a formação e o desenvolvimento de crianças, jovens e adultos com incapacidades mentais ou físicas na cidade de Cali, promovendo sua inclusão social e possibilitando que eles tenham um papel mais ativo em suas comunidades, escolas e famílias.
     
  • Plan International, Inc. Foster Parents Plan International - Plan Guatemala (Guatemala, US$ 1,499.500). O projeto de Melhoria da nutrição e segurança alimentar da população vulnerável aliviará a situação de insegurança alimentar e nutricional de crianças e mulheres de 1.925 famílias em 77 comunidades de Baja Verapaz.
     
  • Partners of the Americas, Guyana Chapter (Guiana, US$ 1.161.000). O projeto de Desenvolvimento de comunidades sustentáveis por meio da produção hidropônica de vegetais orgânicos proporcionará oportunidades para que famílias de baixa renda tornem-se empresários autônomos no ramo da agricultura hidropônica e orgânica.
     
  • Fundación Nicaragua Nuestra (Nicarágua, US$ 340.960). O projeto Unidos por uma vida digna e produtiva contribuirá para reduzir os níveis de insegurança cidadã, integrando jovens em situação de risco por meio de atividades que contribuam para sua reinserção social e produtiva, a fim de construir comunidades mais seguras.
     
  • Fundación Comunitaria Centro de Información y Recursos para el Desarrollo (Paraguai, US$ 1,477.952). O projetoSistema de apoio comunitário para atendimento de saúde de gestantes e recém-nascidos contribuirá para o esforço de melhorar as condições de saúde materna e infantil no Departamento de Caazapá pela instalação de um sistema local que estenderá o acesso ao serviço público de saúde.
     
  • Asociación Civil Neoandina (Peru, US$ 842,154). O projeto de Fortalecimento da gestão comunitária e local para a saúde e a segurança alimentar ajudará a fortalecer as capacidades familiares, comunitárias e institucionais a fim de melhorar as práticas alimentares e os cuidados de saúde de gestantes e crianças no distrito de Jangas en Huaraz. 

O BID agradece a todas as organizações que enviaram suas propostas a esta convocatória. As Organizações da Sociedade Civil são parceiras fundamentais na redução da pobreza e no desenvolvimento socioeconômico na América Latina e no Caribe.

O BID e a Sociedade Civil

O BID trabalha diretamente com organizações da sociedade civil (OSCs) por meio da participação em consultas, diálogos ou execução de projetos com impacto para o desenvolvimento. Neste sentido, as OSCs têm contribuído significativamente para o trabalho do BID com suas capacidades técnicas e seu conhecimento das comunidades em que atuam.

Fundo Especial Japonês de Redução da Pobreza

Os Fundos Fiduciários Japoneses são resultado de um esforço de cooperação e contribuição entre o BID e o Japão para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe. O Programa de Desenvolvimento Comunitário do Fundo Especial Japonês de Redução da Pobreza tem uma trajetória comprovada na implementação de programas de desenvolvimento comunitário em vários setores, como saúde, educação e desenvolvimento urbano e rural.