News banner image

Notícias

BID e China Eximbank avançam na criação de plataforma de investimento de capital para a América Latina e Caribe

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco de Exportação-Importação da China (China Eximbank) estão avançando na criação de uma plataforma de investimento para a América Latina e Caribe que mobilizará até US$ 1 bilhão para investimentos de capital para promover o desenvolvimento econômico sustentável na região.

A plataforma de investimento deverá começar a funcionar ainda este ano, como conseqüência da assinatura de um memorando de entendimentos entre o BID e o China Eximbank em 2011, quando ambas as instituições acordaram em estabelecer um mecanismo de investimento para financiar projetos do setor público e privado nos 26 países membros mutuários do BID na América Latina e no Caribe.

O BID fornecerá um empréstimo de US$ 150 milhões para a nova plataforma de investimentos da China, América latina e Caribe, enquanto o China Eximbank fornecerá igual valor em investimento de capital.

"Esta nova plataforma promoverá laços mais fortes de investimento entre a China e América Latina e no Caribe, ajudando a nossa região a superar alguns dos desafios mais importantes de desenvolvimento'', disse o Presidente do BID, Luis Alberto Moreno. "Esta parceria é um exemplo de como o BID pode desempenhar um papel central no aumento da cooperação entre nossa região e a China para promover maior comércio e investimento”.

Liu Liange, Vice-Presidente do China Eximbank, disse que "as demandas e aspirações em matéria de cooperação econômica e técnica entre a China e América Latina e Caribe estão aumentando gradualmente. O BID e o China Eximbank se comprometeram a desenvolver dentro desta iniciativa um mecanismo de investimento para satisfazer os interesses comuns da América Latina, do Caribe e da China." Liu indicou que o mecanismo irá demonstrar o princípio de "co-governança". Os dois bancos trabalharão juntos para promover a prosperidade na região.

O BID e o China Eximbank estão em processo de seleção de empresas internacionalmente reconhecidas que possam gerenciar os investimentos e levantar fundos do mercado. O Fundo seguirá as políticas das duas instituições sobre proteção social e sustentabilidade ambiental, bem como os relatórios e requisitos financeiros.

A nova plataforma pavimentará o caminho para que o BID e o China Eximbank continuem aumentando os esforços para promover o desenvolvimento por meio do setor privado na América Latina e Caribe. O capital fornecido pela nova plataforma irá complementar os empréstimos e garantias de crédito que já são oferecidos diretamente pelo BID e pelo China Eximbank na região.

Sobre o BID

O BID é o maior organismo multilateral de desenvolvimento, líder em fonte de financiamento de longo prazo para a América Latina e Caribe. Fundado em 1959, o BID é composto por 48 países membros, sendo 26 membros mutuários da América Latina e do Caribe. A China passou a fazer parte do BID em 2009. O Departamento de Financiamento Estruturado e Corporativo (SCF, na sigla em inglês) é o responsável pelo financiamento de projetos de larga escala sem garantia soberana, assim como as operações ligadas a empresas e intermediários financeiros.

Export-Import Bank of China (China Eximbank)

China Eximbank é um banco estatal de propriedade exclusiva do governo chinês. Sua classificação de crédito internacional é compatível com as avaliações nacionais soberanas. Atuando como uma força importante na promoção do comércio exterior e da economia, e como componente significativo do sistema financeiro, o China Eximbank vem apoiando as empresas chinesas e promovendo a relação sino-estrangeira, assim como a cooperação econômica e comercial internacional.