News banner image

Notícias

Paraguai melhorará infraestrutura urbana e transportes públicos com ajuda do BID

O Paraguai melhorará sua infraestrutura urbana e seu sistema de transporte público com uma linha de crédito de US$ 125 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O programa contribuirá para a melhoria da competitividade, a reativação da economia urbana e a implantação de um sistema de transporte acessível para pessoas de baixa renda. Também melhorará a mobilidade e o acesso a serviços básicos, saúde, educação, atividades culturais e oportunidades de trabalho.

A linha de crédito financiará reparos e melhorias nos espaços públicos existentes e a criação de novos espaços, além da construção de passagens para pedestres e ciclovias, novos escritórios governamentais e centros de atendimento ao cidadão e a restauração de prédios históricos no Barrio San Jerónimo, no centro de Assunção.

As obras planejadas para o Barrio San Jerónimo incluem sistemas de esgotos e bueiros, recuperação das margens de rios, melhorias em ruas e calçadas, instalação de linhas elétricas, telefônicas e de transmissão de dados, um centro comunitário e belvedere, restauração de fachadas e um mercado permanente na Plaza Ferial. Também são previstas obras de restauração no Parque Jaén, Plaza Rodriguez de Francia e Plazoleta Isabel la Católica e a construção da Plaza de los Inmigrantes e do Parque de la Solidaridad, totalizando nove hectares de áreas verdes abertas.

Os planos para escritórios governamentais e um centro de atendimento ao cidadão incluem a construção de 54.000 metros quadrados de prédios de escritório, estacionamento e paisagismo do espaço externo e a restauração dos prédios públicos históricos que serão desocupados. Este componente também envolve a melhora da infraestrutura entre os prédios que abrigam os três poderes do governo, como linhas elétricas, telefônicas e de transmissão dados, sistemas de esgotos e bueiros e melhorias viárias.

O programa também contribuirá para implantar um sistema de transporte público integrado e eficiente na área metropolitana, dando prioridade a corredores exclusivos de ônibus com alta capacidade. O primeiro estágio será construído no corredor San Lorenzo–centro de Assunção, ao longo da Avenida Eusebio Ayala, a principal rota e com o maior volume de passageiros.

A maior parte dos recursos do programa será destinada à construção do primeiro corredor metropolitano de transporte público do Paraguai, que inclui a construção de 17 km de corredores exclusivos e 100 km de linhas secundárias, dois pátios de ônibus, uma estação intermediária de baldeação e dois terminais (um em Assunção e um em San Lorenzo). O empréstimo do BID também financiará a construção de 27 estações no sistema tronco e 100 pontos de parada no sistema alimentador, uma rede integrada de semáforos e uma plataforma tecnológica para o centro de controle e administração.

O programa financiará obras de melhoria urbana e paisagismo, 20 km de ciclovias e 3 km de passagens para pedestres, além de um centro ambiental para monitorar a qualidade do ar e o nível de barulho ao longo do corredor.

O programa propõe o uso das normas Leadership in Energy and Environmental Design e Greenroads para construção civil e obras viárias, respectivamente, para promover tecnologias com menos consumo de energia e menor pegada de carbono.

O financiamento do Banco é dividido em um empréstimo de US$ 62,4 milhões com prazo de 30 anos, período de carência de seis anos e taxa de juros baseada na LIBOR, um empréstimo de US$ 15,6 milhões com prazo de 40 anos, período de carência de 40 anos e juros de 0,25% e um empréstimo de US$ 47 milhões com prazo de 25 anos, período de carência de cinco anos e taxa de juros baseada na LIBOR. O Governo do Paraguai contribuirá com mais US$ 35 milhões em fundos de contrapartida locais.