News banner image

Notícias

BID e parceiros procuram projetos de turismo sustentável para destinos costeiros e de água doce

O Fundo Multilateral de Investimentos (FUMIN), membro do grupo Banco Interamericano de Desenvolvimento, e dois parceiros estão à procura de propostas de turismo sustentável para destinos costeiros, de água doce e insulares que protejam o meio ambiente e fortaleçam o patrimônio cultural e a subsistência das populações locais.

O Changemakers da Ashoka, a National Geographic e o BID lançaram a competição on-line “Desafio de Geoturismo 2010: Destino das Águas – Envolver Comunidades e Proteger Mares, Lagos e Rios”. Organizações, indivíduos e empresas do mundo todo estão convidados a participar da competição. As propostas devem ser apresentadas até 1º de dezembro de 2010.

Um grupo de especialistas selecionará entre 10 e 15 finalistas a partir da totalidade de inscrições enviadas ao desafio. Dentre esses finalistas, a comunidade on-line do Changemakers votará para escolher os três vencedores, que receberão um prêmio de 5 mil dólares cada.

O BID, através da Oportunidade 2010 do FUMIN, também proverá até 5 milhões de dólares em co-financiamento para propostas que apresentarem ideias inovadoras para a gestão sustentável por micro a médias empresas na região da América Latina e Caribe.

Os jurados são: Julia Marton-Lefève, Diretora Geral da World Conservation Union; Dra. Sylvia Earle, exploradora marinha e fundadora e Presidente da Deep Search Foundation e membro da Ashoka; e Yves Lesenfants, assessor técnico sênior da Fundação para Investimentos Multilaterais (FUMIN) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O geoturismo é definido pela National Geographic como o turismo que mantém ou aprimora o caráter geográfico de um determinado lugar: sua natureza, cultura, estética e o bem estar de sua gente.

Sobre a National Geographic Society

A National Geographic Society é uma das maiores organizações sem fins lucrativos em ciência e educação. Fundada em 1888 para “aumentar e difundir o conhecimento geográfico”, a Society trabalha para inspirar pessoas a cuidar do planeta. Ela chega a mais de 325 milhões de pessoas no mundo todo a cada mês através de sua revista oficial, a National Geographic, e outras revistas; o canal de televisão National Geographic Channel; documentários televisivos; musicas; rádio; filmes; livros; DVDs; mapas; exposições; programas de publicações escolares; mídias interativas e merchandise. A National Geographic já financiou mais de 9.000 projetos em pesquisas científicas, projetos de conservação e preservação e apoio a programas educacionais de combate ao ‘analfabetismo’ em geografia.

Sobre o Fundo Multilateral de Investimentos

O Fundo Multilateral de Investimentos (FUMIN) é um fundo autônomo composto por 38 países e administrado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a principal fonte de recursos multilaterais para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe. Desde 1993, o FUMIN concede doações, empréstimos e investimentos patrimoniais para projetos inovadores que promovam o crescimento econômico e a redução da pobreza através do desenvolvimento do setor privado, com prioridade a micro, pequenas e medias empresas. É o maior doador para o desenvolvimento da região com foco no setor privado, com uma extensa rede de mais de 650 parceiros executores locais.

Criado em 2004, o segmento de turismo sustentável do FUMIN é formado por um  grupo de 27 projetos em 19 países com o objetivo de aumentar a competitividade de micro, pequenas e médias empresas locais através da integração da sustentabilidade no setor de turismo.

Sobre o Changemakers da Ashoka

O Changemakers da Ashoka é uma comunidade de ação que conecta empreendedores sociais de todo o mundo para compartilharem ideias, inspirarem e se ajudarem mutuamente. Através de seus desafios on-line e processos abertos, o Changemakers criou um dos mais sólidos espaços no mundo para o lançamento, debate e financiamento e ideias com potencial para resolver os mais urgentes problemas sociais do mundo. O Changemakers baseia-se nas três décadas de história da Ashoka e na visão de um mundo onde todos são agentes de mudanças através da criação de um local onde as melhores ideias em inovação social possam ser compartilhadas, refinadas e financiadas.