News banner image

Notícias

Bolívia obtém apoio do BID para programas de empregos

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou um empréstimo de US$ 20 milhões para ajudar a Bolívia a expandir a cobertura e a eficácia de seus programas de empregos.

Esses programas, implementados pelo Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MTEPS) do país, têm o objetivo de melhorar a inserção dos candidatos no mercado de trabalho.

O projeto é constituído de três componentes: expansão do Serviço de Empregos; um projeto piloto para apoiar a oferta de empregos para adultos; e planejamento, análise e avaliação da política de empregos.

Os serviços de empregos na América Latina e no Caribe são uma inovação recente e têm o potencial de se tornar um instrumento valioso para o mercado de trabalho ao combinar empregadores e candidatos de modo rápido, eficaz e relevante. No entanto, a maior parte dos serviços de empregos da região, incluindo a Bolívia, tem cobertura limitada e representa essencialmente bancos de empregos para empresas que operam em instalações físicas.

O primeiro componente do projeto, de US$ 6,4 milhões, será voltado ao desenvolvimento e implementação de sistemas e instrumentos para apoiar serviços completos de intermediação de empregos, capacitação profissional e assessoria profissional, incluindo serviços personalizados, internet e call centers que os candidatos a empregos podem acessar de qualquer ponto do país.

O segundo componente, de US$ 11,9 milhões para apoio ao emprego de adultos, é um programa que associa capacitação e estágios. É voltado essencialmente para adultos que tenham se graduado em escolas técnicas e universidades, mas não tenham acesso a oportunidades de emprego que lhes proporcionem o treinamento e a experiência profissional de que necessitam para conseguir um emprego permanente. Espera-se que esse programa beneficie cerca de 20.000 candidatos a emprego e mais de 5.000 empregadores. Seu alvo serão as cidades em que foi implantado o programa Mi Primer Empleo Digno (MPED), que oferece capacitação profissional para jovens.

O terceiro componente do projeto, de US$ 1 milhão, financiará o desenvolvimento de sistemas de monitoração, estudos analíticos e avaliação de impacto do programa de colocação profissional para adultos e outras atividades relacionadas.

A Divisão de Empregos (DGE) do MTEPS executará o programa. O empréstimo do BID é constituído de US$ 14 milhões do capital ordinário do Banco com prazo de 30 anos, período de carência de seis anos e taxa de juros baseada no FU fixo, mais um empréstimo de US$ 6 milhões do Fundo para Operações Especiais com prazo de 40 anos, período de carência de 40 anos e taxa de juros de 0,25%.