News banner image

Notícias

BID investirá US$ 200 milhões na agricultura do Haiti até 2014

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) oferecerá US$ 200 milhões em doações ao longo dos próximos cinco anos para melhorar os registros de propriedade de terras, estimular a produção agrícola, aumentar o acesso dos agricultores ao mercado e reforçar a segurança alimentar no Haiti. As doações cobrirão um quarto do custo total de um plano do governo haitiano para reestruturar a agricultura depois do terremoto de 12 de janeiro.

As doações marcarão um aumento significativo no apoio do BID ao desenvolvimento rural do Haiti. Entre 2003 e 2009, o Banco aprovou US$ 129 milhões para projetos nesse setor estratégico, que representa um quarto do produto interno bruto do país e gera empregos e renda para milhões de haitianos.

“A agricultura é fundamental para reviver a economia do Haiti após o terremoto”, disse Hector Malarin, chefe da Divisão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural do BID. “Queremos ajudar o Haiti a melhorar suas condições de segurança alimentar com projetos que estimulem a produtividade e contribuam para atrair investimentos para as áreas rurais.”

O BID financiará projetos para melhorar as condições econômicas e ambientais de comunidades rurais, estimulando a produção agrícola sustentável. Esses investimentos darão continuidade a projetos passados que envolviam irrigação e gestão de bacias hidrográficas, bem como a esforços para combater pragas e doenças que afetam as principais plantações. Também promoverão técnicas agrícolas para reduzir a erosão do solo e aumentar a produtividade.

Um dos pontos básicos será a melhoria do sistema de reconhecimento da propriedade de terras como um meio de estimular investimentos de longo prazo em áreas rurais. Atualmente, poucos agricultores haitianos têm título de posse de suas terras e o país não dispõe de um sistema moderno de registro de propriedades.

Dentro desse projeto, que está sendo discutido com o governo haitiano e outras organizações internacionais, o BID procurará aumentar o número de propriedades com registro e melhorar a qualidade e o acesso a serviços de registro de terras em algumas comunidades rurais, em especial nas regiões onde o BID está financiando projetos.

O BID é o principal doador multilateral do Haiti. Em março, como parte de um acordo para aumentar o capital do Banco, a Assembleia de Governadores do BID aprovou um pacote sem precedentes de apoio financeiro ao Haiti, que incluirá US$ 2 bilhões em doações ao longo da próxima década.

Contato de imprensa