News banner image

Notícias

República Dominicana recebe linha de crédito de US$ 100 milhões do BID para melhorar a educação
A República Dominicana melhorará o desempenho e a eficiência de sua educação elementar e secundária com uma linha de crédito de US$ 100 milhões para projetos de investimento (CCLIP) aprovada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, que inclui um empréstimo inicial de US$ 50 milhões.   Dentro desse programa, grandes escolas elementares e secundárias ampliarão a carga horária, elevarão os índices de promoção escolar, aliviarão a superlotação das salas de aula em distritos de baixa renda e melhorarão o aprendizado em leitura, escrita e matemática no primeiro ciclo das escolas elementares.   Para alcançar essas metas, os recursos financiarão a construção de 34 escolas secundárias totalmente equipadas, cada uma com uma média de 14 salas de aula; reformas de mais de 200 escolas elementares; e organização de 3.000 bibliotecas de classe com 80 títulos cada.   Também ajudarão a oferecer cursos de atualização para 10.000 professores de pré-escola e dos três primeiros anos do ensino fundamental e para centenas de especialistas distritais e diretores escolares em ensino de matemática, alfabetização, reforço do conteúdo curricular e avaliação educacional. O empréstimo do Banco apoiará ainda capacitação em gestão e administração para autoridades escolares.   As metas específicas da primeira operação em apoio ao Plano Educacional de 10 anos do governo dominicano são: 
  • Ampliar a permanência diária na escola de 2,5 horas para 3,3 horas, em média.
  • Aumentar os índices de promoção escolar nas três primeiras séries do ensino fundamental de 70%, 68% e 67%, respectivamente, para 73,5%, 71,4% e 70,3%.
  • Melhorar o desempenho dos alunos em leitura e matemática no primeiro ciclo até o final de 2012.
  • Diminuir o tamanho das classes de 45 para 40 alunos nas 150 escolas secundárias mais superlotadas.
  • Reduzir o número de grandes escolas (500 alunos ou mais) com classes noturnas de 41 para 34. 
O empréstimo tem prazo de 25 anos, com período de carência de cinco anos e taxa de juros baseada na LIBOR. O governo da República Dominicana fornecerá US$ 10 milhões em fundos de contrapartida locais.