News banner image

Notícias

Banco chileno expande financiamento para microempresas com assistência do BID
O Banco Interamericano de Desenvolvimento aprovou uma garantia de crédito de US$ 10 milhões para ajudar até 80.000 pequenos empresários a ter acesso a empréstimos no âmbito de um programa inovador oferecido pelo Banco de Crédito e Inversiones (BCI). do Chile.

O BCI aplicará novas tecnologias de gestão e crédito no programa e fará parcerias com alguns de seus próprios clientes corporativos que tenham grandes redes de distribuição e bases de clientes microempresariais. Também oferecerá capacitação para estender os serviços financeiros a negócios operados por proprietários de baixa renda que estão tipicamente excluídos do sistema financeiro do país.

O BCI Nova Banca Emergente, uma unidade separada, será encarregado da execução.

O programa será concentrado principalmente na capital chilena, Santiago, onde estão um quarto das microempresas chilenas, responsáveis por 40% dos empregos da área metropolitana. Por volta de um milhão de pessoas em Santiago ainda não contam com serviços bancários. Estima-se que mais de 60% dos microempresários chilenos não tenham acesso a crédito bancário.

A garantia de crédito do BID, com recursos da iniciativa Oportunidades para a Maioria, será em pesos chilenos. Uma doação de US$ 600.000 do Fundo Multilateral de Investimentos do BID apoiará o componente de capacitação do programa e a formação de alianças estratégicas com parceiros corporativos e outros.

“O BCI, com apoio do BID, contribuirá para estender a democracia financeira a um mercado pouco atendido por meio do uso de tecnologias modernas e do desenvolvimento de novas ferramentas de negócios, aplicadas em conjunto com parceiros estratégicos”, disse Luiz Ros, gerente da iniciativa Oportunidades para a Maioria. “Isso terá um impacto real sobre a vida de milhares de pequenas empresas.”

O BCI trabalhará com fornecedores corporativos para obter históricos de crédito e informações necessárias para a tomada de decisões sobre as solicitações de empréstimos de proprietários de pequenos negócios.

O projeto inclui várias outras ferramentas inovadoras, como pagamentos eletrônicos, cobrança online, treinamento especializado para funcionários do banco e aulas itinerantes para estender a educação financeira aos tomadores de empréstimos.