News banner image

Notícias

A principal distribuidora de alimentos básicos da Nicarágua assegurará o abastecimento com ajuda do BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento aprovou um empréstimo de US$ 15,6 milhões para assegurar a estabilidade do fornecimento de alimentos pela Corporación Agrícola S.A. (Agricorp), a principal distribuidora de arroz, trigo, feijão e outros alimentos básicos da Nicarágua.

Os recursos permitirão que a empresa refinancie sua dívida, criando uma estrutura de capital mais sustentável. O financiamento também possibilitará que a empresa construa uma unidade de processamento e armazenamento de feijão, financie pequenos produtores de feijão para que estes possam adquirir insumos e impulsionar a produção. Além disso a empresa oferecerá capacitação para esses pequenos produtores para aumentar a eficiência e melhorar suas condições econômicas, sociais e ambientais.

Espera-se que até US$ 5 milhões do total do crédito approvado provenham de bancos comerciais ou outras instituições financeiras. O financiamento permitirá que a Agricorp reverta essa situação e, por meio do refinanciamento de sua dívida em cinco anos, a empresa liberará recursos que serão utilizados na implementação de um modelo de negócios que inclua os pequenos produtores de feijão.

A Agricorp construirá uma unidade de processamento e armazenamento de feijões em Matagalpa e fornecerá capital de giro para os pequenos produtores financiarem a compra de sementes certificadas, fertilizantes e outros insumos que melhorarão a qualidade da produção e a produtividade.

Embora o arroz e o feijão sejam os principais produtos agrícolas da Nicarágua, os agricultores têm uma produtividade muito baixa e não dispõem de crédito e de mecanismos de associação para potencializar sua produção e seu acesso aos mercados.

Esse vínculo como parte da cadeia de valor da Agricorp dará maior transparência e estabilidade ao mercado de feijão e melhorará as oportunidades dos pequenos produtores – muitos dos quais participam do programa de desenvolvimento agrícola FrijolNica –, que poderão aumentar seu volume de venda graças à possibilidade de estabelecer contratos de compra seguros e contar com maior capacidade de armazenamento.

O programa inclui um componente de capacitação que ajudará a diversificar a renda das famílias mais pobres, promover práticas agrícolas que melhorem a saúde e a nutrição dos setores de baixa renda e desenvolver outras atividades que promovam o bem-estar das comunidades locais.

Esse projeto é parte da iniciativa Oportunidades para a Maioria do BID, que promove modelos de negócios sustentáveis baseados no mercado que facilitem a participação do setor privado, governos locais e comunidades.

O financiamento tem prazo de cinco anos, com períodos de carência e taxas de juros que variam de acordo com a parcela do empréstimo.

Contato de imprensa