News banner image

Notícias

BID apoia rodovia pedagiada na República Dominicana
O Banco Interamericano de Desenvolvimento apoiará um projeto de rodovia pedagiada que reduzirá o tempo de viagem entre Santo Domingo e a península de Samaná, uma área de grande potencial turístico no nordeste da República Dominicana.

O BID concederá um empréstimo sem garantia soberana de até US$ 44,8 milhões ao projeto Boulevard Turístico del Atlántico, que contará com o apoio conjunto de outras instituições financeiras bilaterais e multilaterais para alcançar um financiamento total de aproximadamente US$ 149 milhões.

O projeto prevê a concessão de uma rodovia pedagiada de 123 quilômetros, em uma iniciativa com dois componentes: a recuperação de 99 quilômetros de estradas já existentes que conectam as áreas de Nagua, Sánchez, Samaná, El Limón e las Terrenas e a construção de um novo trecho de 24 quilômetros que ligará Las Terrenas e La Majagua dentro da Península de Samaná.

A iniciativa, com um custo total estimado de US$ 178 milhões, será executada por um consórcio integrado pelas concessionárias da rodovia construtoras Odinsa e Grodco da Colômbia e o Consórcio Remix da República Dominicana.

“O projeto terá um impacto significativo, uma vez que, somadas às melhorias feitas pela concessão de Autopistas del Nordeste, o tempo de viagem entre Santo Domingo e Samaná será reduzido de cinco horas para menos de 2 horas”, comentou o líder de equipe de projeto do BID, Víctor Salgado.

“O desenvolvimento da infraestrutura viária facilitará a movimentação de habitantes locais, produtores, comerciantes e turistas entre a península e o sul do país, beneficiando o desenvolvimento econômico dessa região prioritária para o governo dominicano”, acrescentou.

Esta operação é o primeiro empréstimo sem garantia soberana aprovado pelo BID para um projeto viário na República Dominicana.