News banner image

Notícias

BID patrocina conferência sobre dimensão ética do desenvolvimento, 3 e 4 de julho em Belo Horizonte, Brasil

O Banco Interamericano de Desenvolvimento patrocinará nos dias 3 e 4 de julho o encontro internacional “A dimensão ética do desenvolvimento. Os novos desafios éticos do Estado, da empresa e da sociedade civil”, em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

O encontro reunirá líderes governamentais, empresariais e da sociedade civil do Brasil e de todo o continente para examinar aspectos básicos da agenda ética da América Latina e identificar projetos concretos para impulsionar esses valores na região.

A reunião está sendo organizada pelo governo do estado de Minas Gerais, a Iniciativa Interamericana de Capital Social, Ética e Desenvolvimento criada pelo BID, o governo da Noruega, a Divisão de Estado e Sociedade Civil do BID para os países do Cone Sul e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais

O evento visa atender ao que o presidente do BID Enrique V. Iglesias chamou de “a sede de ética, que hoje tem grande força na América Latina democrática”.

O primeiro-ministro da Noruega Kjell Magne Bondevik e o presidente do BID abrirão o encontro. A conferência inaugural será apresentada (à distância) pelo prêmio Nobel de Economia Amartya Sen.   

Entre os conferencistas principais estão o secretário especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Brasil, Tarso Genro; o professor associado da Universidade de Oslo, Sturla Stalsett; a diretora da Comissão Econômica para a América Latina, México, e ex- vice-presidenta da Costa Rica, Rebeca Grynspan; o assessor especial da Presidência do Brasil, Oded Grajew; a subgerente regional do BID, Luisa Rains; e o diretor do Instituto Internacional de Gobernabilidad, Joan Prats i Catala.

Também farão apresentações Susan Aronson da National Policy Association dos Estados Unidos; o reitor da Universidad Padre Hurtado do Chile, Fernando Montes; o subgerente do Departamento de Desenvolvimento Sustentável do BID, Antonio Vives; e o coordenador geral da Iniciativa do BID, Bernardo Kliksberg.

Além das sessões plenárias centrais, estão previstas também 12 oficinas em que os participantes analisarão algumas experiências internacionais exemplares de ética aplicada, capital social, responsabilidade social da empresa, transparência, voluntariado, valores éticos e sistema educativo e outras áreas afins.   

“Neste encontro, que já despertou grande expectativa, representantes do governo, do setor privado e da sociedade civil estudarão como trabalhar de modo mais eficaz para enfrentar juntos os desafios éticos da região através de alianças estratégicas”, disse Kliksberg.