News banner image

Notícias

Começa a conferência internacional sobre turismo em Fortaleza

BID, Governo do Ceará e OMT reúnem especialistas nacionais e internacionais para tratar do impacto econômico e social do turismo

Começou hoje a conferência internacional “Turismo: indutor do desenvolvimento econômico, inclusão social e integração regional”, uma iniciativa do Banco Interamericano de desenvolvimento (BID), do Governo do Ceará e da Organização Mundial do Turismo (OMT), com o apoio do Ministério de Turismo e do Banco do Nordeste (BNB).

O encontro reúne especialistas e autoridades nacionais internacionais para tratar as potencialidades do turismo como atividade transversal e capaz de promover a redução da pobreza. “A intenção é que daqui saiam ideias que orientem os gestores do setor turístico e incentivem a iniciativa pública e privada a olhar de maneira ampla para o turismo no Brasil”, disse o Secretário do Turismo do Ceará, Bismarck Maia, em seu discurso de boas vindas.

O encontro reúne mais de 500 convidados. O Governador do Ceará, Cid Gomes, elogiou a parceria entre o estado e o BID: “Para o Ceará, o BID representa mais do que uma fonte de financiamento. O Banco tem sido um parceiro no desenvolvimento de diversos setores e contribui para a construção de um estado cada vez melhor ”.

Durante a Conferência, diferentes áreas temáticas serão abordadas, relacionando os impactos econômicos do turismo com a inclusão social, a integração regional, os megaeventos esportivos, e o patrimônio natural e cultural.

O Secretário-Geral da Organização Mundial do Trabalho, Taleb Rifai, disse que a previsão é de que, em 2012, haja cerca de 4 milhões de pessoas se deslocando dentro do Brasil. “Isto representa a movimentação de mais de um trilhão de dólares”, disse.

Estes números confirmam as boas perspectivas do setor no país, que receberá grandes eventos desportivos. “A Copa 2014 e as Olimpíadas em 2016 são fatores decisivos para o reforço do setor turístico, compreendendo desafios que precisam ser bem avaliados, sobretudo quando se projeta o legado social que estas iniciativas podem deixar para o Brasil”, lembrou o Representante do BID no Brasil, Fernando Carrillo-Flórez.

A conferência apresenta também o turismo como catalisador da equidade social por meio de modelos concretos de desenvolvimento social inclusivo. O objetivo é mostrar o setor como um instrumento de inclusão social a partir das oportunidades que o turismo oferece.

“Esta conferência é uma oportunidade para se pensar em aplicar políticas de longo prazo para o turismo e, assim, alcançar por meio do setor resultados que levem à equidade social e à redução da pobreza”, afirmou o Ministro do Turismo do Brasil, Gastão Vieira.

No âmbito da relação presente entre o turismo e o patrimônio natural e cultural de uma região, os especialistas explicarão como a valorização e a preservação do patrimônio cultural pode ser um recurso chave para o desenvolvimento do turismo de qualidade. O encontro é dirigido a gestores públicos dos níveis federal, estaduais e municipais do Brasil e da América Latina e Caribe, líderes empresariais, sociedade civil, e organismos internacionais.