Notícias

BID e OEI assinam acordo para transformar a educação na América Latina e no Caribe
  • A aliança ratifica o compromisso mútuo de impulsionar e promover o acesso à educação de qualidade na América Latina e no Caribe e estará focada no desenvolvimento de modelos de ensino híbrido para o desenvolvimento de competências e habilidades do século XXI.

"Conviver, competir e inovar na era digital" é o lema que marcará a nova parceria entre a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O Memorando de Entendimento assinado hoje entre as duas instituições visa expandir modelos de aprendizagem, incorporar soluções tecnológicas e de digitalização em programas educacionais, promover indústrias culturais e criativas, bem como melhorar a infraestrutura digital adequada e a qualidade da educação através da formação de professores.

Este acordo serve como marco de cooperação entre as duas organizações internacionais para ratificar seu compromisso com a educação e fortalecer outros projetos desta índole, nos quais têm colaborado em países da região, como Panamá, Paraguai, Chile e Colômbia.

Este programa será codesenhado e realizado por ambas as instituições e enfatizará as habilidades e competências, a flexibilidade nas trajetórias e novas formas de aprender. Também trabalhará em estreita colaboração com os governos e o setor privado. Como parte do trabalho conjunto, a OEI e o BID vão avançar e expandir seus esforços no âmbito da Iniciativa de Habilidades para o Século 21 do BID, lançada em 2019. Espera-se que o programa seja implementado através de uma cooperação técnica que contribuirá para o desenvolvimento de modelos de ensino híbrido, para que os países possam garantir a continuidade da educação.

"A América Latina e o Caribe tem sido a região mais afetada pela pandemia, gerando não só uma crise sanitária, mas também uma crise no sistema educacional. Esta parceria com a OEI será fundamental no processo de recuperação da aprendizagem e da digitalização do setor para assegurar a continuidade da educação, sanar lacunas de aprendizagem e otimizar os processos de transformação educacional dos sistemas na região", declarou Mauricio Claver-Carone, presidente do BID.

Neste sentido, Mariano Jabonero, secretário-geral da OEI, assegurou que "este acordo responde à necessidade de recuperar mais de 17 milhões de estudantes que abandonaram prematuramente os sistemas educacionais da região em todos os níveis", culpando este número avassalador pela "enorme exclusão digital", evidenciada pela pandemia, o que levou à perda de atenção educacional dos alunos sem conectividade. Para Jabonero, é neste momento que "devemos mudar o modelo de educação do futuro", para "não voltar à inércia do passado, apostando em um modelo híbrido ou combinado inovador e transformador", destacou.

O acordo foi assinado pelo Presidente Mauricio Claver-Carone, em nome do BID, e pelo secretário-geral Mariano Jabonero, em nome da OEI, em uma cerimônia virtual de assinatura virtual que também contou com a presença do secretário-geral Adjunto da OEI, Andrés Delich, e do Vice-Presidente do BID para os Setores e Conhecimento Benigno López.

Sobre o (BID)

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e o Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisas de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação a clientes públicos e privados em toda a região.

Sobre a Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI)

Sob o lema "Nós fazemos cooperação", a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, Ciência e Cultura (OEI) é, desde 1949, o primeiro organismo intergovernamental para a cooperação Sul-Sul no espaço Ibero-Americano. Atualmente tem 23 estados membros, contando com 18 escritórios nacionais, além de sua Secretaria-Geral sediada em Madri.

Com mais de 500 convênios ativos com entidades públicas, universidades, organizações da sociedade civil, empresas e outras organizações internacionais, a OEI representa uma das maiores redes de cooperação na Ibero-América. Entre seus resultados, contribuiu para a redução drástica do analfabetismo na Ibero-América, proporcionando alfabetização e educação básica a quase 2,3 milhões de jovens e adultos, bem como formação para mais de 100 mil professores ibero-americanos. 

Contato de imprensa
EXTERNAL PRESS CONTACT

Eva Mateo Asolas
Chefe de Comunicações na OEI
eva.mateo@oei.int

Mais Informações

Mercedes Mateo
Chefe da Divisão de Educação
mercedesma@iadb.org

Sobre o BID