News banner image

Notícias

BID e Fundação FEMSA entregam Premio de Água e Saneamento para operadoras de serviços inovadoras

Estocolmo – Operadoras de serviços e autoridades públicas do México, Nicarágua, Brasil e Colômbia receberam hoje reconhecimento do Banco Interamericano de Desenvolvimento e da Fundação FEMSA por contribuições inovadoras no setor de água e saneamento, no contexto da Semana Mundial da Água, congresso realizado na capital sueca.

Federico Basañes, chefe da Divisão de Água e Saneamento do BID, e Genaro Borrego Estrada, diretor de assuntos corporativos da FEMSA, promoveram a segunda edição do Prêmio de Água e Saneamento, que foi inaugurado no ano passado com o objetivo de reconhecer contribuições destacadas para o desafio de oferecer serviços de água e saneamento sustentáveis e acessíveis nos países da América Latina e do Caribe.

Servicios de Agua y Drenaje de Monterrey, do México, recebeu o prêmio por gestão de água em reconhecimento à sua estratégia bem-sucedida de reduzir voluntariamente o consumo e incentivar a economia de água nos últimos 20 anos.

O Governo do Estado do Amazonas, no Brasil, recebeu o prêmio por gestão de saneamento em reconhecimento aos resultados do Programa Socioambiental dos Igarapés de Manaus (PROSAMIM), que implementou uma solução integrada para problemas de água, saneamento e moradia em comunidades de baixa renda da cidade de Manaus.

Aguas de Cartagena, da Colômbia, recebeu uma menção especial por seu sucesso na gestão comercial de contas em distritos de baixa renda.

Empresa Nicaraguense de Aqueductos y Alcantarillados também recebeu uma menção especial pela construção e operação de uma estação de tratamento de efluentes na cidade de Manágua.

Representantes dos quatro premiados fizeram apresentações descrevendo seu projeto ou iniciativa como parte do “Dia da América Latina” na Semana Mundial da Água, considerada o maior congresso internacional especializado nesse setor.

Os vencedores dos prêmios e das menções especiais receberão bolsas de estudos financiadas pela Fundação FEMSA para enviar profissionais de água e saneamento ao Centro del Agua para América Latina y el Caribe (CAALCA), uma instituição especializada de capacitação e pesquisa criada conjuntamente pelo BID, a FEMSA e o Tecnológico de Monterrey.