News banner image

Notícias

Curso Básico de Saneamento Condominial acontece no Recife

Entre os dias 3 e 7 de abril será realizado o Curso Básico de Saneamento Condominial na Cidade do Recife, na sede da COMPESA. Com mais de três décadas de vida, o Sistema Condominial já atendeu mais de 5 milhões de pessoas, permitindo melhoria nos serviços de esgotamento sanitário e pode melhorar o controle de perdas dos sistemas de água potável.

O curso, oferecido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em parceria com a COMPESA, e com financiamento da União Europeia através da AECID, faz parte de uma estratégia de desenvolvimento dessa essa forma alternativa de implantar sistemas de esgotamento sanitário e abastecimento d’água condominial, que contam com uma série de vantagens comparativas aos sistemas convencionais, como a possibilidade de universalização dos serviços, flexibilização na implantação (atende qualquer urbanização), grande redução de custos de implantação e a participação cidadã na sua plenitude.

Para atingir os objetivos dessa iniciativa do BID e da AECID, uma série de atividades estão sendo realizadas para que se atinja uma adequada transferência de conhecimentos, através de debates, oficinas, cursos técnicos, criação de uma plataforma digital e apoio técnico para melhoria da implantação das soluções de saneamento condominial em programas atualmente em execução na América Latina.

Este sistema já promoveu melhoria da qualidade de vida de mais de 5 milhões de habitantes espalhados pelo Brasil, Paraguai e Peru, entre outros, cujo êxito em termos técnicos, sociais e econômicos vem motivando o BID a considerar como uma grande solução para a problemática da falta de água potável e esgotamento sanitário na América Latina, o que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) atinge, ainda, mais de 106 milhões de pessoas.

A COMPESA, com recursos do BID, está implantando um programa na Bacia do Rio Ipojuca – PSA IPOJUCA. O projeto está sendo executado desde 2013 e busca melhorar a qualidade das águas do Rio Ipojuca e a melhoria da qualidade de vida da população que ocupa a região, por meio da universalização dos serviços de esgotamento sanitário. Por orientação do BID, os sistemas de esgotamento sanitário serão implantados por meio da metodologia condominial, o que permitirá executar 60milligaçõesdomiciliares, numa primeira etapa, das 143 mil projetadas, beneficiando cerca de 450milhabitantesem 25 municípios.

O Consórcio Condominium/Diagonal, contratado pelo BID e AECID, irá ministrar o curso da COMPESA. Esse Consórcio é atualmente o responsável por transferir, nos países da América Latina, o conhecimento sobre a metodologia condominial. Constituído por duas empresas brasileiras, de larga trajetória na gestão integrada de territórios através de soluções para sistemas urbanos e rurais de saneamento, urbanização e investimento em programas sociais, conta como sócio de uma das empresas (Condominium) o criador do sistema - Engenheiro José Carlos Rodrigues de Melo, profissional que realizou os primeiros experimentos com os Sistemas Condominiais no Nordeste do Brasil, alcançando cidades como Brasília, Rio de Janeiro, Salvador e a própria Recife, além de vários especialistas no tema Condominial.

Para a sessão de abertura, que aconterá no dia 03 de abril, pela manhã, estão sendo convidadas autoridades do Estado de Pernambuco e dos Municípios da Região Metropolitana do Recife e da Bacia do Rio Ipojuca, empresas de consultoria e construtoras, entidades de classe e universidades.

Participam do curso 20 profissionais da COMPESA, no qual serão abordadas questões práticas, sobretudo de manutenção e operação dos sistemas de esgoto, controle de perdas de água e sobre o trabalho de adesão junto aos potenciais usuários. A cidade de Tacaimbó, considerada a cidade piloto do programa PSA Ipojuca a qual já está, em regime de teste, operando seu sistema, e a cidade de Gravatá, a qual se está implantando o sistema, foram os espaços escolhidos para as atividades de campo.

Considerando epidemias como Zica, Chikungunya e Dengue, que no ano passado afetaram gravemente algumas cidades do Brasil e da região, torna-se ainda mais importante ampliar o sistema de coleta e tratamento dos esgotos sanitários.

A aplicação da metodologia condominial irá garantir a atenção à toda a população, e é por isso que o BID, AECID, COMPESA e vários países da América Latina, como por exemplo o Paraguai, acreditam que é possível alcançar o desafio da universalizaçãodos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento tem como missão melhorar vidas. Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e o Caribe. O BID também realiza projetos de pesquisas de vanguarda e oferece assessoria sobre políticas, assistência técnica e capacitação a clientes públicos e privados em toda a região.