News banner image

Notícias

Chefes de Estado e líderes empresariais participam da primeira Cúpula Empresarial das Américas

Chefes de Estado e centenas de líderes empresariais se reunirão no próximo 13 e 14 de abril na primeira Cúpula Empresarial das Américas para conversar sobre globalização, infraestrutura, capital humano e outros temas econômicos chaves. Considerando seu alcance e nível de participação, a primeira Cúpula Empresarial das Américas constitui um espaço inédito de intercâmbio público-privado.

Dez chefes de Estado confirmaram participação no evento que será realizado no marco da VI Cúpula das Américas em Cartagena, assim como mais de 500 empresários e executivos de 22 países do hemisfério. A reunião foi convocada pelo governo da Colômbia e pelo setor privado do país, e conta com o apoio técnico do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A Cúpula Empresarial das Américas será aberta pelo Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e pelo Presidente do BID, Luis Alberto Moreno. Os chefes de Estado e líderes empresariais abordarão cinco eixos temáticos, buscando identificar as oportunidades onde os setores público e privado podem unir esforços para fomentar o investimento de maneira mais efetiva, combater a pobreza e proporcionar uma melhor qualidade de vida aos habitantes das Américas.

  • Globalização e Desenvolvimento. Hoje os países se desenvolvem ao integrar as cadeias globais de abastecimento. Pela proximidade geográfica, cultural, e a complementaridade de produção da Américas podem ter uma maior participação e valor agregado nas cadeias de produção com Canadá e Estados Unidos. O painel começará com uma apresentação do Presidente do México Felipe Calderón e contará com a participação de Carlos Julio Ardila, da Organização Ardila Lulle; José Antônio Fernández, CEO da Fundação FEMSA; Luis Carlos Villegas, Presidente da ANDI; Richard Waugh, Presidente e CEO do Bank of Nova Scotia; e Jose Antonio do Prado Fay, CEO da BRF.
  • Infraestrutura inteligente e desenvolvimento sustentável. O comércio global junto à urbanização da população transformou as economias das Américas. A logística tende a ser verde e inteligente, e os sistemas de transporte devem incorporar mais tecnologia. O tema será abordados pelos presidentes Sebastián Piñera do Chile e José Mujica do Uruguai; e pelos painelistas Marcelo Odebrecht, CEO da Odebrecht; Stanley Motta, presidente do conselho da Copa Holdings; Enrique Pescarmona, CEO da IMPSA; Reinaldo García, Presidente e CEO da General Electric Latin America; e Thomas Donohue, presidente e CEO da U.S. Chamber of Commerce.
  • Capital humano para a economia do conhecimento. A necessidade de capital humano adequado, as novas demandas empresariais e de maior inovação estão entre os mais importantes desafios ao crescimento econômico das Américas. É crítico que os setores público e privado trabalhem junto para ingressar com êxito na economia do conhecimento. O tema será abordado em uma conversa entre Chefes de Estado, pela Presidenta da Costa Rica, Laura Chinchilla e o primeiro ministro da Jamaica, Portia Simpson-Miller; assim como a nível empresarial por Alejandro Santo Domingo, do Grupo Santo Domingo; Richard Blum, presidente do conselho da Blum Capital; Marcelo Claure, CEO da Brightstar Corporation; Emilio Azcárraga, CEO da Televisa Group; e Arne M. Sorenson, presidente e CEO da Marriott International, Inc.
  • Crescimento econômico e recursos naturais. O manejo sustentável dos recursos naturais requer políticas públicas que incentivem seu bom manejo e a participação adequada do setor privado. O tema será abordado pelo primeiro ministro do Canadá, Stephen Harper e o Presidente do Peru Ollanta Humala; Jack Goldstein, presidente da Sanford; Indra Nooyi, CEO da PepsiCo Inc.; Aaron Regent, CEO da Barrick gold Corp; Diego Hernández, CEO da Codelco; e Arthur Lok Jack, presidente do conselho da Associated Brands Industries Limited.
  • Desenvolvimento social e o setor privado. As empresas são um dos principais motores para alcançar os objetivos de crescimento sustentável, inclusivo e que contribua para a redução da pobreza. O painel vai explorar como o setor privado pode abordar esta oportunidade e analisará o papel essencial do setor privado no desenvolvimento social das Américas. Graças ao forte crescimento econômico e a efetivos programas sociais de redução da pobreza, uma das grandes transformações na América Latina na última década foi a incorporação de importantes setores da população à classe média e a inclusão de grupos tradicionalmente excluídos. O painel vai explorar como o setor privado pode abordar esta oportunidade. Os painelistas e expositores incluem Luis Carlos Sarmiento Gutiérrez, da Aval Group; Gustavo Grobocopatel, CEO do Los Grobo; Javier Zulueta, CEO da “Un Techo para mi País”; William Sheedy, Group President, Americas Visa Inc.; e Thomas McLarty, CEO da McLarty Associates.

Além disso, uma conversa entre chefes de Estado contempla a participação do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; da Presidenta do Brasil, Dilma Rousseff; e do presidente Santos, da Colômbia.

O acesso ao evento é restrito para a mídia, ainda que os jornalistas que estejam devidamente credenciados na Cúpula das Américas poderão usar uma sala de imprensa especialmente habilitada no Hotel Hilton. Para mais informações, consulte as instruções disponíveis.