Governos subnacionais do Brasil, Colômbia e México são vencedores do Prêmio Governarte com iniciativas que promovem a igualdade de gênero

Dezembro 07, 2016
Iniciativas que fazem avançar a agenda da igualdade de gênero dos governos de Minas Gerais, Espírito Santo, Cidade do México e Medellín venceram a edição 2016 do Concurso Governarte – Prêmio Eduardo Campos, organizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

BID anuncia estados ganhadores do prêmio GovernArte

Novembro 01, 2013
Estados brasileiros do Rio Grande do Sul e Pernambuco foram premiados por suas inovações em segurança cidadã e melhora dos trâmites burocráticos para cidadãos e empresas O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou hoje os estados vencedores da primeira edição do premio GovernArte, que reconhece os mais inovadores programas de governo da América Latina e do Caribe que estão dando resultados efetivos.

Cultura cidadã é a chave para reduzir a violência, diz estudo

Maio 30, 2012
Relatório apoiado pelo BID explora a cultura cidadã como fator de sucesso em longo prazo para a redução da violência Qualquer estratégia bem sucedida para a prevenção da violência deve incluir medidas para reconhecer e mudar comportamentos que respondam a crenças, emoções e fatores culturais, de acordo com um novo estudo apoiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

América Latina e Caribe devem ter crescimento mais lento nos próximos quatro anos

Março 19, 2009
Líderes da América Latina e do Caribe prevêem que a renda per capita cairá ou terá um crescimento moderado no período de 2009-2012 e que os governos dependerão mais de financiamentos de instituições internacionais, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Essas expectativas contrastam vivamente com o desempenho econômico recente da região, em que o produto per capita cresceu 4,1% ao ano nos últimos cinco anos.

A Colômbia e o BID

Março 17, 2009
Desde meados da década de 1990, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem sido a principal fonte de financiamento multilateral para a Colômbia. Nos últimos 50 anos, o BID aprovou para esse país mais de US$14,8 bilhões em empréstimos e projetos de cooperação técnica não reembolsáveis.   Ao longo de sua história, o BID apoiou o governo e o setor privado colombianos em áreas fundamentais para o desenvolvimento, como infra-estrutura, modernização e reforma do Estado, pequena e média empresa, agricultura, energia, proteção ambiental e contra mudanças climáticas.

Aumenta o uso de moedas latino-americanas

Junho 23, 2008
Quando, no primeiro trimestre de 2008, as dívidas soberanas do Brasil e Peru foram alçadas ao nível de investimento por agências internacionais de classificação de riscos, as duas nações entraram para o clube exclusivo de ganhadores financeiros cujos outros dois membros latino-americanos eram o México e o Chile. A dívida do México chegou ao grau de investimento 2000, enquanto a do Chile conseguiu atingir esse patamar em 1992.  

A América Latina face ao panorama mundial

Outubro 31, 2005
Muitos temem o grande poder econômico de que se investiu a Ásia devido ao “vício chinês” de comprar dólares, já que existe o risco de uma elevação das taxas de juros e de uma recessão global se essa compra de dólares for interrompida, observou recentemente o economista-chefe do Departamento de Pesquisa do BID, Guillermo Calvo.

Mais crescimento ou mais igualdade?

Setembro 20, 2005
  Investimento crescente, inflação baixa, dólar em queda, equilíbrio fiscal, menor desemprego: há cerca de 18 meses os sinos não param de anunciar boas notícias para a América Latina e o Caribe.  

Tecnologia a serviço dos pobres

Setembro 06, 2005
Um modelo que liga remessas a uma rede transnacional de empresas, organizações sem fins lucrativos, cooperativas de crédito, instituições de microcrédito e outras instituições financeiras por meio de uma plataforma de cartões de débito e cartões pré-pagos tem apresentado um resultado muito simples: todos ganham.

Disparidades raciais e étnicas nas condições de saúde na América Latina

Maio 03, 2005
A saúde dos afrodescendentes e indígenas é melhor ou pior do que a dos latino-americanos de ascendência européia? Quatro novos estudos sobre raça, etnia e saúde na América Latina mostram alguns resultados inesperados e por vezes contraditórios.