América Latina e Caribe devem ter crescimento mais lento nos próximos quatro anos

Março 19, 2009
Líderes da América Latina e do Caribe prevêem que a renda per capita cairá ou terá um crescimento moderado no período de 2009-2012 e que os governos dependerão mais de financiamentos de instituições internacionais, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Essas expectativas contrastam vivamente com o desempenho econômico recente da região, em que o produto per capita cresceu 4,1% ao ano nos últimos cinco anos.

A Colômbia e o BID

Março 17, 2009
Desde meados da década de 1990, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem sido a principal fonte de financiamento multilateral para a Colômbia. Nos últimos 50 anos, o BID aprovou para esse país mais de US$14,8 bilhões em empréstimos e projetos de cooperação técnica não reembolsáveis.   Ao longo de sua história, o BID apoiou o governo e o setor privado colombianos em áreas fundamentais para o desenvolvimento, como infra-estrutura, modernização e reforma do Estado, pequena e média empresa, agricultura, energia, proteção ambiental e contra mudanças climáticas.

Microfinanças assumindo o protagonismo

Dezembro 17, 2008
Lene Mikkelsen

Novas experiências turísticas

Dezembro 17, 2008
POR DIEGO FONSECA

Mais um tijolo na parede

Dezembro 17, 2008
POR DIEGO FONSECAEm junho de 2007, as notícias para a economia dos Estados Unidos não foram boas. Na Califórnia, Flórida, Arizona e Nevada começaram a ser executadas hipotecas de 400.000 casas. São casas cujos donos, endividados até o pescoço e além de todas as suas possibilidades por causa de um sonho que rolou ladeira abaixo, não podem pagar.

Auge da casa própria

Dezembro 17, 2008
POR LUCY LONGER

Luz solar que não se apaga

Abril 01, 2006
Arnaldo Vieira de Carvalho*Para a família de Katalina Erlinda Peña de Romero, o pôr-do-sol costumava significar o final abrupto de todas as atividades. Sua casa no município rural de Caluco, no departamento salvadorenho de Sonsonate, não tinha eletricidade, e a renda familiar era tão modesta que eles com freqüência não podiam comprar querosene para acender lamparinas.

A América Latina face ao panorama mundial

Outubro 31, 2005
Muitos temem o grande poder econômico de que se investiu a Ásia devido ao “vício chinês” de comprar dólares, já que existe o risco de uma elevação das taxas de juros e de uma recessão global se essa compra de dólares for interrompida, observou recentemente o economista-chefe do Departamento de Pesquisa do BID, Guillermo Calvo.

Mais crescimento ou mais igualdade?

Setembro 20, 2005
  Investimento crescente, inflação baixa, dólar em queda, equilíbrio fiscal, menor desemprego: há cerca de 18 meses os sinos não param de anunciar boas notícias para a América Latina e o Caribe.