Turismo em Alta

Novembro 01, 2011
Desde 1994 o BID tem ajudado a criar mais de um milhão de empregos através do seu apoio às diversas fases do PRODETUR A contribuição do Banco Interamericano de Desenvolvimento ao turismo no Brasil tem sido intensa e remonta ao ano de 1994, com o lançamento do Programa de Desenvolvimento do Turismo do Nordeste (PRODETUR Nordeste I).

Um caminho para a energia solar no Brasil

Maio 26, 2011
Doação do BID proporcionará eletricidade para 1.500 famílias e indicará um caminho para estimular os investimentos em energia solar na América Latina e no Caribe

O BID e as cidades da Copa

Abril 25, 2011
Desenvolvimento urbano integrado com ações sociais O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) Brasil mantém um relacionamento histórico com as 12 cidades que vão sediar a Copa 2014. Entre o ano 2000 e a realização da Copa em 2014 serão mais de US$ 10 bilhões investidos nestas cidades. Experiências em desenvolvimento urbano, mobilidade, saneamento, habitação e ações sociais são exemplos do trabalho desenvolvido entre o Banco e estas cidades.

O BID no Brasil

Abril 25, 2011
Apoio às cidades da copa, conservação do meio ambiente e infraestrutura são destaques O Brasil é um dos países membros fundadores do BID. Desde 1961, os $40 bilhões de empréstimos e garantias aprovadas pelo BID ajudaram a custear projetos cujos valores ultrapassam os 110 bilhões de dólares no Brasil na área de infraestrutura, meio ambiente, fortalecimento institucional e redução da pobreza no país, um trabalho conduzido em estreita parceria com todos os níveis de governo, a sociedade civil e o setor privado.

Mesoamérica renova seu impulso de integração

Outubro 25, 2010
A XII Cúpula do Mecanismo de Diálogo e Concertação de Tuxtla realiza-se amanhã, dia 26 de outubro, em Cartagena, na Colômbia, com a participação dos chefes de Estado de Belize, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, México, Colômbia e República Dominicana. Os mandatários conhecerão os avanços na integração regional impulsionados pelo Projeto Mesoamérica e estabelecerão as prioridades para ações futuras.

Energia sustentável ajuda a reduzir a dispendiosa dependência de combustíveis fósseis em muitos países caribenhos

Setembro 27, 2010
Christina MacCulloch A crise econômica internacional prejudicou as economias caribenhas, afetando principalmente o turismo. Isso trouxe uma sensação de urgência para a necessidade de que a região dependa menos dos caros combustíveis fósseis importados. A necessidade de maior eficiência energética é maior do que nunca, assim como o potencial para atingir essa meta.

O Caribe e o BID

Setembro 27, 2010
Os países caribenhos de língua inglesa membros do BID – Bahamas, Barbados, Belize, Guiana, Jamaica e Trinidad e Tobago – e o Suriname, de língua holandesa, são unidos por comércio, geografia, história e tradições. Sua situação econômica e desafios de desenvolvimento, porém, podem variam amplamente.

Energia sustentável para Haiti, Bahamas e Barbados

Maio 21, 2010
Dezenas de milhares de haitianos que perderam suas casas em Porto Príncipe deixaram a cidade e migraram para aldeias rurais ou acampamentos temporários. Organizações de auxílio internacionais estão nesse momento ajudando a construir clínicas, escolas, centros administrativos e armazéns em algumas dessas aldeias, que ficam localizadas em áreas remotas, sem acesso a serviços básicos.

Um desafio decisivo

Dezembro 07, 2009
A mudança climática tem o potencial de pôr a perder muitos dos avanços em desenvolvimento social e econômico que os países da América Latina e Caribe obtiveram em décadas recentes. Com o apoio do BID, os governos da região estão formulando estratégias para se adaptar a diferentes cenários de mudança climática, aplicando novas tecnologias para reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) e redobrando os esforços para conseguir um desenvolvimento sustentável. Ameaças para a região

Economias latino-americanas são obstruídas por alto custo do transporte, mostra estudo do BID

Novembro 27, 2009
O alto custo do transporte na América Latina e no Caribe dificulta o comércio e tem impactos nocivos sobre a produtividade de toda a economia, protegendo empresas ineficientes e impedindo que produtores competitivos expandam seu negócio, de acordo com um estudo recém-lançado do Banco Interamericano de Desenvolvimento.