América Latina e Caribe devem ter crescimento mais lento nos próximos quatro anos

Março 19, 2009
Líderes da América Latina e do Caribe prevêem que a renda per capita cairá ou terá um crescimento moderado no período de 2009-2012 e que os governos dependerão mais de financiamentos de instituições internacionais, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Essas expectativas contrastam vivamente com o desempenho econômico recente da região, em que o produto per capita cresceu 4,1% ao ano nos últimos cinco anos.

A Colômbia e o BID

Março 17, 2009
Desde meados da década de 1990, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) tem sido a principal fonte de financiamento multilateral para a Colômbia. Nos últimos 50 anos, o BID aprovou para esse país mais de US$14,8 bilhões em empréstimos e projetos de cooperação técnica não reembolsáveis.   Ao longo de sua história, o BID apoiou o governo e o setor privado colombianos em áreas fundamentais para o desenvolvimento, como infra-estrutura, modernização e reforma do Estado, pequena e média empresa, agricultura, energia, proteção ambiental e contra mudanças climáticas.

Latinos do Extremo Oriente

Março 01, 2006
Charo QuesadaQuando um mexicano ou panamenho diz que vai fazer compras no chinês da esquina, não está se referindo ao caso particular de um chinês que, casualmente, abriu uma loja na esquina de sua rua. Em seus países, a loja do chinês na esquina tornou-se uma instituição com uma longa tradição, que oferece um grande e prático estoque de produtos básicos, a baixo custo e com horários de funcionamento amplos.

Mais crescimento ou mais igualdade?

Setembro 20, 2005
  Investimento crescente, inflação baixa, dólar em queda, equilíbrio fiscal, menor desemprego: há cerca de 18 meses os sinos não param de anunciar boas notícias para a América Latina e o Caribe.  

Tratado de livre comércio México–União Européia abre perspectivas para América Latina

Julho 30, 2004
O tratado de livre comércio México–União Européia (TLCUEM), que completa quatro anos de existência neste mês de julho, foi a primeira iniciativa de liberalização do comércio da Europa com um país do continente americano e resultou num crescimento de 27% no comércio bilateral. (1)

O imperativo da integração

Outubro 01, 2002
Paul Constance Deve a integração regional continuar preocupando a América Latina? Com a atenção da mídia enfocada em crises fiscais, terrorismo, pobreza crescente e eleições controversas, será que realmente tem sentido falar de negociações problemáticas em torno de padrões fitossanitários ou impostos sobre autopeças?